quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Paisagem breve

De tarde o sol espreita aqui para dentro. Mira-se nas paredes da sala e, por instantes, impõe-me o seu poder. Deixa-me mensagens de luz e sombra. Escreve-me palavras novas e altera-me a paisagem da casa. Depois, desliza até ao chão e antes que o decifre, apaga-se.

18 comentários:

Catarina disse...

Dias sem sol é o que temos mais por aqui! Que desconsolo. Há quanto tempo não dou passeios ao ar livre à beira do lago numa manhã linda de sol! Que saudades já tenho. Recorro ao ginásio para apagar a melancolia causada pela falta de sol. : )))

Bia Hain disse...

Doces pensamentos à observação do caminhar do sol... penso que ele sempre nos lembra o quanto a vida vai e vem. Abraços!

Rui disse...

Parece-me haver más notícias, Luisa ! ... Que o sol vai estar "apagado" durante a maior parte dos próximos 15 dias. :((
... E eu que tanto gosto que ele imponha o seu poder e que me envie mensagens constantes !!! ...

... Mas lá terá que ser, não é ?... Afinal, até não temos muitas razões de queixa ! :))

Beijo :)

Briseis disse...

É uma simpática visita, mesmo que deixe atrás de si mais charadas e mistérios do que respostas. Mesmo que num dia ou outro ele não entre pela casa dentro, eu gosto de imaginar o esplendor que deve estar por cima daquelas nuvens gordas e lentas... Se ao menos pudéssemos espreitar lá para cima...!

Teté disse...

Esse Sol deve conhecer o meu muito bem, pelo menos são farinha do mesmo saco, que atuam exatamente da mesma maneira... :)

Beijocas

Portugalredecouvertes disse...


Olá Luísa, digo sempre que o frio faz falta para que os insetos não se desenvolvam tanto no inverno e que haja melhor colheitas, não sei se já escrevi aqui?!
beijoca
Angela

Laura Ferreira disse...

Tira-lhe um retrato quando ele disser uma palavra bonita, Luísa. :)

Janita disse...

O sol de inverno é um enganador, Luísa...Não nos podemos nunca fiar nele.
Olha, parece que amanhã já vem chuva. E que precisa ela é!...

Beijos.

papoila disse...

Gostei muito deste texto.
Um beijinho, Luisa e melhoras.

Gaja Maria disse...

Por estes dias é um instante enquanto o sol se vai. Quase nem dá tempo para o contemplar e aproveitar o seu calor :)

desabafosemrodape disse...

foi bom lembrar o astro-rei. acho que nos vai deixar um pouco por estes dias, para dar lugar a uma certa humidade que é necessária à terra.
boa noite, Luísa.

Flor de Jasmim disse...

Lindo como o descreves! Parece que nos vai deixar para dar lugar há chuva e à minha melancolia, agora que já dou uns passos com a canadiana.

Beijinho Luísa com desejo das tuas melhoras.

Pedro Coimbra disse...

Foram os dias mais deprimentes que tenho memória.
Os dias que estive em Helsínquia, no Inverno, e com cerca de três horas de sol por dia.
Ia dando em doido!

Chic' Ana disse...

O Sol é sempre um convidado que nos alegra o espírito! =)
Beijinhos

Manu disse...

Pois, parece que o sol resolveu tirar folga e segundo as previsões vamos ter chuvinha, que também faz falta, apesar de incómoda.
Estou também na minha sala onde a nesga de luz teima em desaparecer.

Beijinhos Luísa

Manuel Veiga disse...

talvez apenas uma nuvem passageira

ou amuo, rogando-se...

Os olhares da Gracinha! disse...

Um sol que partilhou seus pensamentos! Bj

Ana Freire disse...

Uma descrição deliciosa de um indecifrável raiozinho de sol...
Adorei o texto!
Beijinhos
Ana