quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Teia


Na fina teia
Em que eu me enredo
És quem me prende.

8 comentários:

Ricardo Santos disse...

Gostei imnenso da foto e das palavras Luísa !

xilre disse...

Em castelhano, "teia" é "tela". Ambas: a teia e a tela são meios de captura.
Voluntária captura, até.

Janita disse...

Há teias tão bem tecidas que parecem quadros. É fácil alguém deixar-se enredar, prender-se e perder-se nelas.

Um beijo, Luísa.

Pedro Coimbra disse...

Um post (mais um) muito bonito.

bea disse...

A gente precisa sentir-se preso a alguma coisa ...as teias finas talvez sejam assim uma seda por entre amarras de grossos nós.

Ailime disse...

Palavras?
Seriam parcas para comentar tanta beleza.
Sublime!
Beijinhos,
Ailime

Gaja Maria disse...

A teia é como este blog, deixa-nos presos :) Beijinho Luisa

Ana Freire disse...

Imagem e palavras numa simbiose perfeita!...
Mais um post muitíssimo bem imaginado!
Beijinhos
Ana