quinta-feira, 14 de junho de 2012

Caminho inverso


Percorri a cidade ao contrário. Escolhi a volta inversa a ver se descobria as diferenças. Mas, na calma do meio-dia, tudo está no seu lugar. Os mesmos grafitti nas velhas paredes abandonadas, as floreiras coloridas no primeiro andar daquele prédio, a gritaria das crianças à saída da escola. Só não percebi de onde vinha o som que enchia a rua com a voz de McCartney a cantar o Yesterday.

9 comentários:

Teté disse...

Por acaso e mesmo que nada mude, suponho que fazer o caminho em sentido inverso dá uma nova perspetiva. Mais que não seja, um novo ângulo fotográfico... :D

Beijocas!

Briseis disse...

Que bonitinho, Sir McCartney a ser solidário contigo, que fazias o caminho oposto ao normal, acompanhando-te com um "Yesterday", como se também o tempo pudesse ser invertido. Muito engraçado o pormenor... =)

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Tem piada, que às vezes também me dá para isso e costumo descobrir ângulos novos...

Fátima Catarina disse...

Muito profundo...

Carolina Tavares disse...

Que gostoso o seu texto.

Isa GT disse...

Com sorte, um destes dias, voltando ao percurso normal, ainda ouves o Tomorrow... mas, neste caso, não há só uma canção com esse nome... mas várias ;)

Bjos

Catarina disse...

Alguém que se sentiu saudosista.

mfc disse...

Ouvir o Yesterday é sorrirmos cá por dentro...

AC disse...

Ora cá está outro belo exemplo daquilo que acabei de dizer num comentário mais acima.
Escreva mais vezes neste mote, Luísa!

Beijo :)