domingo, 12 de fevereiro de 2017

Passeio de domingo (344)



De volta ao inverno de 2016 para restos de um passeio na praia dos Olhos de Água.







19 comentários:

Catarina disse...

Passo pela praia às horas que gosto mais. : )) 8 h da manhã! : )

Aqui neva; estou a ver da janela grandes flocos de neve que caem incessantemente...

Majo Dutra disse...

Pois eram restos muito belos que fizeste bem aproveitar.
A barlavento, o dia molhado está feio, feio, feio...
Bj ~~~
~~~

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, belas fotos do excelente passeio.
AG

Manu disse...

Mais um excelente passeio, primorosamente fotografado.

Beijinhos

Portugalredecouvertes disse...


bons momentos e cores imortalizados mas que felizmente se repetem Luisa !´bom domingo para ti
Angela

papoila disse...

Como sempre lindas a primeira é uma beleza!
bjs

Gaja Maria disse...

Tão lindo :)

Janita disse...

Viver perto da praia, é ter a imensidão do mundo!

Que magníficas fotos, Luísa.
Todas lindas, porque não há duas iguais. :)

desabafosemrodape disse...

adoro esta praia, é tão linda. e não se come nada mal no restaurante apanhado pela objetiva.

Fernanda Maria disse...

Que inveja de ter perto de mim um cenário assim :)

Um beijinho

Flor de Jasmim disse...

Belíssimas imagens de uma praia onde fui algumas vezes à tantos anos!

Desculpa a minha ausência!

Beijinho Luísa, tem uma boa semana.

Bia Hain disse...

Olá, Luisa, suas fotos me trazem sempre um olhar carregado de paz! Li o comentário da Catarina, está a nevar em Portugal... aqui no Brasil é pleno verão, embora um pouco menos rigoroso que o do ano passado. Eu queria ver neve, rsrsrs, nunca vi!
Belas imagens! Abraços!

Ricardo Santos disse...

Mais uma vez as fotos que publicas são muito boas. Gosto particularmente das quatro primeiras e da última !

Briseis disse...

As cores do teu inverno são muito diferentes das daqui, do Douro... Não parece inverno, perece uma alvorada de verão.... =)

bea disse...

Tenha um amigo que vivia perto do mar e quando a saudade daquela imensidão me apertava, pedia-lhe para, em meu nome, ir cumprimentá-lo. Acreditava que ia e ficava como se fora eu a olhá-lo em avanços e recuos indefinidos, a inspirar-lhe o odor e a humidade. Ou apenas a respirar. E este pensamento lançava uma coberta leve na urgência da minha saudade marítima. Foi isto que me veio ao observar as fotos.

Pedro Coimbra disse...

A luz fez-me lembrar a luz única de Portugal.
Disso tenho saudades.
Boa semana

Rui disse...

Invejável esse teu stock de fotos de "Passeios anteriores" ainda não publicadas !
Mesmo não "escolhidas" na altura, são óptimas !

Uma boa semana, com as tuas melhoras a acompanhá-la, Luisa ! :)

Beijo

Chic' Ana disse...

Imagens espetaculares! =) Saudades das férias!
Beijinhos

luisa disse...

Muito obrigada a todos vós pela companhia nos meus passeios. :)