quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Por falar em cantigas...

11 comentários:

A Nossa Travessa disse...

Querida Luisinhamiga

Poizé. Põe-te com blogues destes e o Dom Dinis além de Plantar caravelas ainda apanha o Nobel da Literatura...

Bjs da Raquel e qjs do Henrique o Leãozão

Janita disse...

Mui me apraz de ouvir tan linda canção de amor
en especial questa de Dom Denis, o Lavrador.

E mais não digo! :)

Bjos.

Catarina disse...

Uma voz muito bonita.

Ana Freire disse...

Uma voz e uma sonoridade muito bonita!...
Desconhecia por completo! Grande partilha, Luisa!
Beijinhos!
Ana

AFRODITE disse...

Tu de vez em quando fazes-nos umas surpresas interessantes.
Gostei muito.

Estive a ler a letra da música (que passa durante a música) e estive a ler o texto que está editado no Youtube.
Há ali algo que não bate certo.... pois uma está na voz de mulher e a outra de homem. Até parece que são duas cartas, uma a responder a outra.

Fui saber que voz era esta.
Ainda pensei inicialmente ser galega... mas pelos vistos é de uma cantora polaca.

Beijinhos medievais
(^^)

ematejoca disse...

Por falar em cantigas... o Prémio Nobel de Literatura de 2016 foi para as māos de um cantor.

Pedro Coimbra disse...

Um post muito a propósito.
Boa malha!
Bfds

bea disse...

Quem é que canta assim tão de magoada voz? O poema do nosso rei tem seu encanto triste, mas fraco seria se não fora tão bem cantado.

Flor de Jasmim disse...

Uma voz bonita que eu desconhecia!

Bom fim de semana Luísa.

Beijinho

alfacinha disse...

Maravilhosa que linda
Abraço

luisa disse...

Poizé, Henriqueamigo…
Afinal, isto é ou não é literatura? :)

Janita,
E me apraz também terdes gostado. :)

Catarina,
Também acho.

Ana Freire,
Também foi uma descoberta para mim, em resultado de uma pesquisa sobre a poesia trovadoresca.

Afrodite,
Como disse à Ana, foi uma descoberta que fiz no momento em que quis postar aqui um exemplo deste género de literatura. :)

ematejoca,
Pois foi, e que sururu isso provocou, hein… :)

Pedro Coimbra,
Foi de propósito mesmo. :)

Bea,
Muito bem cantado mesmo. Mas também parte do património literário português.

Flor de Jasmim,
Eu também desconhecia esta voz. Fiquei absolutamente encantada.

Alfacinha,
Lindíssima.