terça-feira, 21 de junho de 2016

Pequeno post anatómico

Na aldeia dizia-se à boca pequena que o Inácio tinha ganho o Euromilhões. Muitos andavam de olho gordo a ver se lhes calhava alguma coisa. Só que o Inácio era um unhas de fome e se alguém tentava que ele oferecesse nem que fosse um almoço, fazia ouvidos de mercador e defendia com unhas e dentes que não tinha ganho prémio nenhum. Depois seguia passeando pela aldeia com o rei na barriga e clamava contra os vizinhos acusando-os de terem dor de cotovelo. De tal forma tinha Inácio mais olhos que barriga que não partilhou nem um cêntimo sequer com a própria família. Ninguém soube bem onde acabou por gastar a fortuna. Só é certo que passado algum tempo o Inácio acabou de mãos a abanar.

7 comentários:

Rui Espírito Santo disse...

Olha que não será a primeira vez que uma coisa dessas acontece ! :(
Quantos e quantos, precisamente por nunca terem tido dinheiro poupado, quando recebem um prémio chorudo, toca de o gastar "à grande e à francesa" e a certa altura já não sabem o que fizeram do dinheiro ! :(
É que ninguém sabe, nem a família, nem até o próprio ! rsrs

:))

Flor de Jasmim disse...

Falta de orientação, ou burrice em gerir o dinheiro!
Tenho um Inácio aqui bem perto, ficou milionário e hoje quase não tem para comer e foi uma pena, porque ele era uma pessoa muito honesta e humilde, acabou por se tornar muito arrogante, mas pronto, não lhe valeu de nada, hoje é um triste sem ninguém.

Beijinho grande Luísa.

bea disse...

Coitado do senhor. Por certo nada ganhou.Só não se entende por que não se desfez tal fama.

Janita disse...

A anatomia de um avaro, mal governado.
Tipo cão que ladra, nem come nem deixa comer....(Só)estraga!!

Pedro Coimbra disse...

Torrou a massa nos casinos de Macau.
Eu vi-o cá!! :)))

Teté disse...

Será que era só boato? :)

Ana Freire disse...

Acontece a muito boa gente... e frequentemente...
E certamente voltou, contando com a ajuda dos vizinhos...
Beijinhos
Ana