sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Pronome

A avó, enxuta, de fato de banho preto descansa elegantemente deitada na toalha. As irmãs e respetivos maridos cuidam dos filhos, três de uma, dois de outra. Pais, filhos e netos desfrutam a tarde de praia. São todos gente bonita. Gente bem. A filha mais velha de uma das irmãs enceta um berreiro consequente de uma bulha com o irmão mais novo. Queixa-se com dor na mão. Não vi, mas deve ter levado com a pá de plástico nos dedos. A mãe que alimenta o terceiro filho, bebé, diz-lhe: “Luisa, a mãe já ouviu, agora vá chorar para além.” A avó chama-a a si: “Venha cá, Luisa” . Passada a crise, a pequena Luisa, que não tem mais de seis anos, convida o pai para um banho de mar: “Venha comigo, pai”.


Há tanto tempo que não via uma família sem o pronome pessoal tu.

3 comentários:

Catarina disse...

Sem o pronome pessoal tu e a palavra tão linda “pai” em vez de papá ou paizinho.

redonda disse...

A mim lembra-me a família rica
na 1ª telenovela portuguesa, Vila Faia, em que também os irmãos se tratavam assim...

Anónimo disse...

Tias, tá visto.
Rog