sexta-feira, 1 de julho de 2011

Festa na aldeia




Hoje comi chícharos pela primeira vez na minha vida. Comi um jantar de chícharos nas Festas Populares de Boliqueime que decorrem até domingo. O “core-businness” destas festas - também sei algum inglês técnico - é a tradição, em especial a gastronómica, já que se compõem essencialmente de tasquinhas onde podemos degustar os comeres de outros tempos: xerém, jantar de milhos, cabidela de galinha, carne de porco frita… e jantar de chícharos.


Nunca tinha provado. Não me lembro de a minha mãe alguma vez ter feito este prato. Gostei. Mas também… gosto de quase tudo. Em criança carecia de apetite, mas tornei-me aquilo a que chamamos de boa boca. A sobremesa foi um carriço e um café de borras. Seguiram-se algumas voltinhas em torno da igreja, espiolhando as ementas dos outros e apreciando a etnografia local.



Todos os anos, repito a dose. Ah… santa terrinha!













3 comentários:

Constantino, Guardador de Vacas disse...

Excelentes as fotos e apesar do adiantado da hora aquele jantar de chícharos marchava!

Isa GT disse...

Como leguminosa que antigamente servia para alimentar animais mas que os mais pobres acabavam por comer, até poderiam ser novamente aproveitados para os tempos de crise que se aproximam, no entanto, já há por aí hoteis que servem chícharos... assim, pela lei da oferta e da procura, se calhar, nem os pobres chícharos vão poder voltar à mesa dos pobres ;)

Bjos

soninha. disse...

Quanta coisa bela e gostosa...hummm...bjinhos e muita paz.