quarta-feira, 27 de julho de 2011

Bolinhos de coco

No ano passado, por esta altura, este bloguesito de esquina, resolvia participar na festa de aniversário do Figo Lampo, um blogue de sabores divinalmente partilhados pela Margarida. Respondi ao seu convite, como já tenho respondido a desafios de outros blogues, numa relação de conhecimento limitada ao espaço da blogosfera. Mas se o mundo é pequeno, a blogosfera também. É que, passados alguns meses, tendo eu criado um perfil no facebook, que praticamente só uso por motivos profissionais, acabei por descobrir que afinal a Margarida e eu nos conhecíamos na “vida real” e que até já fomos colegas de trabalho. Foi uma feliz e agradável surpresa.


Este ano a Margarida festeja o terceiro aniversário do seu Figo Lampo e eu, por maioria de razão, não poderia deixar de responder ao seu desafio.


Ela convida-nos para a festa, desafiando-nos a confecionar e a publicar uma receita que de algum modo se inspire na temática numérica do “três”.


Dei voltas à cabeça e aos rascunhos de receitas que tenho, perdidos por entre as páginas dos livros de culinária aqui de casa. Convinha que fosse uma coisa fácil… nada de muito exigente para um blogue pouco dado às receitas.


E encontrei. No meio de umas fichas de cozinha, arrancadas a velhas revistas e guardadas numa capa de cartolina, estava um pedaço de papel cor-de-rosa, meio enrugado com um curto apontamento. Pequei nele, fui para a cozinha e assim nasceram os meus bolinhos de coco, feitos apenas com três ingredientes, dos quais três ovos. Por muito singelos que sejam, acho que os meus bolinhos de coco não irão fazer má figura na festa da Margarida.




Receita:


3 ovos


250 g. de coco ralado


250 g de açúcar


Mistura-se tudo. Coloca-se em pequenas formas de papel plissado e vai ao forno para dourar.



Os meus parabéns à Margarida e ao Figo Lampo!



9 comentários:

Gi disse...

Tudo assim misturado sem mais truques? Nem claras em castelo nem essas coisas difíceis? É que assim quase quase me atrevo...
Parecem deliciosos.

Margarida disse...

O que eu gosto destes bolinhos... E ao tempo que não como! Que boa lembrança. ;) Obrigada por teres participado. Um beijinho

Manuela disse...

Querida Luisa, tão simples e com um aspecto tãããõ delicioso :)

luisa disse...

Gi,
É mesmo só isto. Rápido e eficaz :))

Manuela,
São muito bons mesmo e não dão trabalho nenhum a fazer.

Margarida,
Anseio pelas iguarias das restantes blogueiras que te acompanham e que vão chegar ao Figo Lampo para este aniversário. :))

Anónimo disse...

Ora, assim não vale.
Anda uma pessoa a esforçar-se para conseguir manter tudo dentro do fato de banho, sem grandes ondulações à vista... e tu trazes estas tentações??!! Ainda por cima, fáceis de fazer??
Rog

SofiAlgarvia disse...

Já estou como a Gi... se é assim tão simples, quem sabe... talvez apareçam alguns cá por casa!

luisa disse...

Rog,
Sofia,
Experimentem... sim!

Carla disse...

Luisa,
E assim me veio á memória um caderno, por sinal uma agenda velha, de capa preta, onde a minha mãe escrevinhava algumas receitas e lá estavam os coquinhos sempre tão apreciados.
Beijinhos

Naná disse...

Luísa, quando vi estes bolos no blog da Sofialgarvia, tive que vir confirmar...e são mesmo!
Esta era a receita dos bolinhos de coco que a minha mãe fazia quando eu era miúda! E eu adorava quando ela os fazia, porque nós modelávamos a massa com as mãos para fazer bolinhas.
E eu lambia as mãos depois disso!
A diferença era que no fim "rebolávamos" as bolinhas na farinha de coco!
Adorei este post porque me levou há tantos anos atrás, quando eu era uma menina de 6 anos!