quinta-feira, 2 de junho de 2011

O melro

Aquele melro anda nitidamente a gozar comigo. Já percebeu que estou quase sempre a tentar apanhá-lo a jeito com a minha objetiva A coisa está difícil, então ele ri-se descaradamente nas minhas barbas. Todos os fins de tarde, desafia-me voando da alfarrobeira que está no lado direito da estrada para a alfarrobeira que está no lado esquerdo da estrada. Assobia-me alto e bom som, chama os outros melros que se afadigam a escolher o galho para passar a noite, e ri-se de mim com gosto. Pousa por momentos nos fios telefónicos, saltita para cima dos fios elétricos e rompe de novo o céu com o seu voo. O gozo é de tal forma que, há dois ou três dias atrás, até se atreveu a pousar no candeeiro do meu quintal, a escassos cinco metros da porta da cozinha. Espreitei-o por entre as fitas que iludem os insetos, enquanto ele fazia pouco de mim. “Estouaquiii”, “estouaquiii… e logo voou.


Não voltou a pousar sobre a minha lanterna, mas todas as tardes voa para baixo e para cima, atravessando a estrada junto à minha casa. Eu saio para rua de máquina em punho, mas o malvado esconde-se habilmente nos ramos das árvores e atira-me de lá os seus estouaquiii… estouaquiii…estouaquiii…


5 comentários:

Isa GT disse...

Mas conseguiste :)
Apesar de viver no meio da cidade, tenho um Jardim próximo onde há muitos e na escola do meu garoto, como há bastantes árvores vejo-os quase todos os dias. Pardais, pombos, melros,... lá vão conseguindo arranjar um cantinho para morar e sabe tão bem ouvi-los nessas pequenas ilhas espalhadas numa cidade barulhenta :)

Bjos

Catarina disse...

O melro lá te fez a vontade. Ou então foste mais rápida que ele e tiraste a foto num momento em que ele se encontrava distraído! Bom fim de semana. : )

Manuela disse...

Querida Luísa, já apanhaste o melro! Se quiseres muitos mais, vens cá que por aqui são uma praga e comem-nos a fruta todinha :(
Lá se vai, o encanto bucólico... ;)

alfacinha disse...

engraçado para ler
cmpts

Anónimo disse...

Mas que grande malandreco!
Deixou-se apanhar mas... de costas.
E a espreitar por cima do ombro ou, melhor dizendo, por cima da asa. É mesmo a gozar, só pode ser.
Mas valeu a pena o esforço da perseguição. Conseguiste, mais uma vez, uma bela foto. Parabéns.
Rog