quinta-feira, 23 de junho de 2011

Desenho

Quando eu era miúda costumava ver um programa de televisão sobre desenho. A malvada da memória está tão fraca que não consigo recordar-me nem do nome do programa e nem se era na televisão nacional se era na da imigração. O certo é que adorava ver aqueles breves minutos em que ora um, ora outro desenhador se chegava a um quadro de papel com um marcador preto e, como por magia, fazia nascer personagens naquela tela branca. Traço após traço, com linha reta ou curva, iam-se formando bonecos, casas, animais, gente. Traço após traço, sem qualquer deslize daquelas mãos quase sobrenaturais, nascia aos meus olhos uma história. Ficava encantada e cheia de inveja daquele poder que os desenhadores tinham de dar vida a uma folha branca. Daqueles dedos fabulosos nunca saía um traço fora do lugar. Não havia engano. Tudo era perfeito. E tudo aquilo parecia tão fácil.

Ainda hoje invejo quem sabe desenhar e quem com um simples desenho conta uma história. Hoje, por exemplo, é noite de S. João e bem posso colar aqui a minha fraca tentativa de a ilustrar com um manjerico… que, na verdade, não passarei de uma invejosa.

8 comentários:

Teté disse...

Também me lembro de ver histórias contadas através de desenhos, provavelmente em algum programa infantil. Gostava muito! :)

A tua "fraca tentativa" dá para perceber bem o que é! O que é mais do que alguns conseguem, até a jogar "pictionary"... :D

Beijocas!

Gi disse...

Também acho o seu desenho muito bem: tem tudo para se perceber o que representa, está proporcionado e equilibrado.

Torquato da Luz disse...

Cara Luísa, se bem me lembro, um desses desenhadores era o também actor José Viana...
Saudações algarvias!

luisa disse...

Teté e Gi,
Obrigada pelas palavras de incentivo :)

Torquato da Luz,
Estive a pesquisar sobre esse programa da RTP com o José Viana que se chamava "Riscos e Gatafunhos" e que foi emitido a partir de 1958. Na verdade não terá sido esse que eu vi... só se teve continuidade anos mais tarde. Sou nascida em 62 e já era crescidita quando via este programa a que me refiro. Também é provável que tenha sido um programa que vi em França. Não consigo lembrar-me.

polittikus disse...

Adoro desenhos... aliás em casa em fez de fotos tenho retratos a carvão da familia mais próxima...

Torquato da Luz disse...

O programa foi repetido, se bem me lembro, inclusive muito mais tarde no Canal 2 da RTP, de que fui director na década de 80.
Saudações renovadas.

luisa disse...

Então pode ter sido isso, caro Torquato :)

redonda disse...

Gostei do desenho
(muito melhor do que as minhas tentativas, a última foi para desenhar uma pomba e...não ficou reconhecível...)