sexta-feira, 9 de junho de 2017

Conluio

Está aí de novo a lua cheia. Começo a vê-la nos fins de tarde quando o azul do céu se amacia e ela vai deslizando, suavemente, para o alto, cada vez mais alto, até à noite escura. De bola de algodão doce que me sela os dias passa, em poucas horas, a suave luminária que me aclara as noites. Aparece-me assim meio tímida e depois impõe-se brilhante, misteriosa, sedutora. Não vou escrever nada sobre a lua, penso a cada uma que passa. O que interessa isso da lua que sempre se repete? Não há novidade alguma para contar. É sempre a mesma lua mas como sempre apodera-se de mim. Continuo incapaz de lhe resistir. Está aí de novo a lua cheia  e quase parece que chega de conluio ou como feitiço engendrado por ti.

12 comentários:

Janita disse...

O romantismo continua, em força, por aqui!
Lindo texto.
Só falta a foto dessa Lua feiticeira que tanto te encanta, Luísa.:)

Victor Barão disse...

A Lua também me fascina, desde sempre. De resto tenho já uma série de fotos em que Lua, se não é protagonista, pelo menos é elemento compositivo fundamental. Mas muito aquém e além disso, se há coisa que adoro fazer é caminhar à luz do luar, especialmente na lua cheia, claro.
Bom fim-de-semana, a começar abençoado sob a luz da Lua :)
Abraço

Benó disse...

Também a fotografei hoje e ao bonito entardecer nas suas cores afogueadas por sobre o oceano, aqui, em Sagres.

bea disse...

Oh! Nem sabia que ontem foi Lua cheia. Tão bonita a lua quando assim e nem ao menos lhe deitei um olhinho. O que tenho mesmo é de comprar um borda de água que sempre recuso quando mo querem vender e nem sei porquê que nunca comprei nenhum e lhe esconheço conteúdo; não devem ser apenas fases de lua.

Bem verdade, a lua cheia é um fascínio sem intermitências

Elvira Carvalho disse...

Um texto muito belo.
Um abraço e bom fim-de-semana

Rui disse...

Muito bem escrito, Luisa !
E é verdade. Ontem achei a lua lindíssima e até comentei isso com a Lena !
O céu e o "tempo" também ajudaram !
Uma lua para gente romântica ! :)

Beijo

Briseis disse...

A Lua, embora muitos queiram pensar que é só aquela decoração brilhante no céu nocturno, tem um poder de atracção poderosíssimo, não só sobre as marés, mas sobre nós mesmos... ninguém o pode negar...

Os olhares da Gracinha! disse...

Também gosto de a contemplar!!! Bj

Isabel Pires disse...

Luísa, ao que parece ela traz sempre algo de novo. É que há dias estavam a comentar que a bebé da Maria estava à espera dela para vir cá para fora :)

luisa disse...

Janita,
Eu sou uma romântica incurável. :)

Victor,
A lua é uma feiticeira. :)

Benó,
Gosto de vê-la tanto de dia como de noite. Estou aqui a imaginar esses reflexos no mar de Sagres. :)

Bea,
À falta de Borda d’Água, o Google resolve. :)

Elvira,
Obrigada!

Rui,
Eu e alua, a lua e eu… Sou aluada, mesmo. :)

Briseis,
Sobre mim tem com certeza um forte poder de atracão. :)

Gracinha,
Contemplação é comigo. No entanto não me atreveria a uma viagem inter-espacial para lá pousar. :)

Isabel,
E quando traz bebés, é uma bênção. :)

Ana Freire disse...

A lua é a mesma... apenas os sonhos, e os pensamentos que ela nos inspira... é que serão outros...
E o seu encantamento, também nunca se altera...
Adorei o texto! Que nos mostra isso mesmo...
Bjs
Ana

luisa disse...

Ana,
Sempre igual mas sempre diferente, também. Ou então é a diferença que está em nós. :)