sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Sem saída


Era o seu fado. Entrava quase sempre numa rua sem saída mas, de uma forma ou de outra, arranjava meio de sair de lá.

8 comentários:

Catarina disse...

Já me tem acontecido. A última vez foi na semana passada. Vi o sinal “no exit” mas continuei sempre em frente...

Arco Iris disse...

Não há volta a dar...
Bom Fim de Semana
:)

Teté disse...

Porque será que fiquei com a ideia que não te estás a referir a um facto real, mas a "falar" em sentido figurado? E sim, há gente que tem muito jeito para se meter em enrascadas, conseguindo não se sabe como sair delas... :)

Beijocas!

Rui Pascoal disse...

E não era por falta de aviso...
:)

Rosa dos Ventos disse...

Ainda a propósito da cara de sinal?! :-))

Abraço

Existe Sempre Um Lugar disse...

Olá,
entrar em ruas sem saída é um tendência, arranjar solução para sair é inteligência.

Bom fim de semana.

ag

Existe Sempre Um Lugar disse...

Retifico: "uma" é o que queria escrever.

ag

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Não sei se este post está relacionado co o post anterior, ou se vai mais no sentido sugerido pela Teté...
De qualquer modo, bom fds