quinta-feira, 1 de agosto de 2013

O cato da vizinha

Está comprovado. Já tenho fama de maluquinha das fotografias de flores e afins. Fiquei com essa certeza quando a vizinha me mandou chamar de propósito porque o seu cato estava em flor e a o espetáculo não ia durar mais do que vinte e quatro horas. E pronto… lá fui correndo, de máquina em punho.


13 comentários:

  1. A vizinha fez muito bem em chamar-te. O cato tinha que ser fotografado no seu esplendor. : )

    ResponderEliminar
  2. Que lindo!
    A vizinha estava certa em chamá-la.

    ResponderEliminar
  3. Já tinha ouvido falar na galinha da vizinha, agora do cato...
    :)

    ResponderEliminar
  4. Grande vizinha! Fez muito bem porque a flor é linda e eu nunca tinha visto nenhuma igual.
    xx

    ResponderEliminar
  5. Boa noite,
    a vizinha sabia que as lindas plantas iam ficar bem fotografadas, ela teve toda a razão em pensar que sim, as fotos estão lindas com belas cores e nitidez.

    ag

    ResponderEliminar
  6. E ainda bem que foi e teve a gentileza de partilhar connosco

    ResponderEliminar
  7. Mas valeu a pena, que nunca tinha visto um cato assim! :)))

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  8. E que boa lembrança teve a vizinha, ao te mandar chamar!!! A flor é linda :)

    Luísa, é melhor ser a "maluquinha das fotografias das flores e afins" do que outras coisas bem piores ;)

    ResponderEliminar
  9. E fizéste muito bem....
    As tua fotos são um consolo para a vista, e esse cacto está maravilhoso.
    Bom Fim de Semana

    ResponderEliminar
  10. E fizeste muito bem porque o cato da vizinha tem flores lindas!!! E tu, com a tua bela máquina, fazes maravilhas. Parabéns!

    Beijinho

    ResponderEliminar
  11. Pois é, há essa história de que cactos são coisa de gente estranha...eu adoro então ser estranha, porque acho essa planta de beleza ímpar! Belas imagens, um abraço!

    ResponderEliminar
  12. só 24 horas? mas vale a pena.

    ResponderEliminar