terça-feira, 2 de março de 2010

Livros que não posso ler em público

Tenho as minhas estantes um pouco sobrelotadas e meio desarrumadas. Ao arrumar uns livros (e desarrumando outros) parei em dois que sei que não posso ler em público porque acabo sempre por perder a compostura.
Porque me faz rir a bandeiras despregadas.*
Porque me faz chorar que nem uma Madalena.
*Do primeiro, não resisto a transcrever:
"Mar da Bica", como se sabe, era a alcunha de um homem que vendia peixe, com tolda na praça. Uma manhã acercou-se dele uma mulher muito maçadora que lhe perguntou:
_ Senhor, a como estão as cavalas?
_Atão nam vê como tá? Tá umaze em cima daze otraze...

1 comentário:

Helga disse...

Como compreendo o teu dilema! Também tenho um assim, ainda dos tempos de juventude, mas que ainda hoje me leva ás lágrimas pelo riso; 'As Aventuras de Tom Sawyer'. Belos tempos, essa é que é essa!

Beijinhos :)