quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Beijos


São como beijos
De seda e de ouro
Soltos ao vento

16 comentários:

  1. Uma outra forma de beijar, magnificamente captada.

    Beijos Luisa

    ResponderEliminar
  2. Falar de beijos não é tarefa fácil. É uma sensação de inteira liberdade em pensar e praticar o melhor de um relacionamento.

    ResponderEliminar
  3. Pois são. Em garotos usávamos passá-los pelo rosto e braços a testar-lhes a suavidade. Uma seda natural.

    ResponderEliminar
  4. são sim, como beijos quentes, até lhes sinto o cheiro... magnífica combinação :)

    ResponderEliminar
  5. Beijos...

    Beijo na face
    Pede-se e dá-se:
    Dá?
    Que custa um beijo?
    Não tenha pejo:
    Vá!

    (João de Deus)

    ResponderEliminar
  6. Uma foto magnífica.
    Ao perto, teria que fugir por causa da alergia.

    beijinhos.

    ResponderEliminar
  7. Não sabia que se chamavam "beijos" gosto imenso destes pompons e acho a foto muito gira.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Beijos fugidios, não deixam de ser beijos.
    A foto é um mar deles, ondulando ao vento...

    Beijos, Luísa! :)

    ResponderEliminar
  9. E da mais pura simplicidade de faz Arte sublime. A foto é adorável. As palavras idem.
    Excelente fim-de-semana
    Abraço

    ResponderEliminar
  10. são milhares beijos ,uma invasão por surpresa
    abraço

    ResponderEliminar
  11. This is beautiful! Greetings from Montreal, Canada.

    ResponderEliminar
  12. Não sei o nome desta herbácea que ondula, suave, ao vento. Fiz dela um sopro de beijos que daqui vos envio, agradecendo-vos, a TODOS, por estarem comigo. :)

    ResponderEliminar