sexta-feira, 21 de julho de 2017

Insaciável


Insaciável
É a sede que tenho
De saber de ti

11 comentários:

Célia Rangel disse...

Saber de alguém que nos importa é construirmos felicidade!
Abraço.

Catarina disse...

Aquelas gotas de água parecem que estão quase, quase a cair.

bea disse...

Gosto desses poemas condensados. Assim a água na folha. Um fenómeno natural.
Boa foto. Votos de BFS

Manu disse...

Gostei destas gotas que quase caiem.

Bom fim de semana

Beijos

Portugalredecouvertes disse...

água pura filtrada pelos fenómenos da natureza Luisa
que assim seja ainda por muitos milhões de anos !!!

Mona Lisa disse...

Uma foto de uma beleza rara, soberbamente legendada.

Beijinhos.

Janita disse...

E as gotas de orvalho,
são o néctar que vai saciando a sede das plantas.
Um post que é pura poesia.
Texto e foto em perfeita sintonia.:)

papoila disse...

Gosto muito.
Bjs Luisa bom Domingo

Victor Barão disse...

Mais uma foto e subsequente texto, que condensa o que substancialmente me encanta neste "À Esquina da Tecla" e como tal na sua autora, Luísa, que basicamente é a excelente simplicidade, por não dizer genialidade fotográfica e textual.

Gratos parabéns, com votos de excelente resto de fim-de-semana

Gaja Maria disse...

Duplamente lindo:)

AFRODITE disse...

Essas sedes são tramadas...

Beijinhos à hora de dormir
(^^)