quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

A prenda

O Natal aproximava-se e ele não sabia ainda o que oferecer-lhe. Pensou um pouco e decidiu que lhe iria dar uma palavrinha.

20 comentários:

bea disse...

Esse duplo sentido é muito assertivo.

Rui Espírito Santo disse...

... E quantas vezes, "uma palavrinha" ainda é o que pode ser melhor entre duas pessoas ?! ...

:))

Flor de Jasmim disse...

A palavrinha e a presença, que prenda melhor pode existir.

Luísa peço desculpa pela minha ausência, estou a tentar voltar à normalidade, mas não está fácil.

Um grande beijinho.

Manu disse...

E quantas vezes uma palavra é o melhor dos presentes, sobretudo se elas forem de conforto, amizade ou mesmo de amor!

Beijos Luísa

Pedro Coimbra disse...

Às vezes é mais que suficiente ....

Paula Lima disse...

Podem ser as melhores prendas. Sobretudo se for a palavrinha certa!

Laura Ferreira disse...

que linda :)

papoila disse...

Luisa, excelente ideia.
Se pensarmos que só temos uma Palavrinha, ela tem que ser muito bem escolhida.
Bjs

Graça Sampaio disse...

Olha que boa ideia!... Prenda baratinha...

Manuel Veiga disse...

terá encontrado a palavra certa para dizer a palavrinha?

conta corrente disse...

E será que era essa a prenda pretendida?

Janita disse...

Há palavrinhas que valem ouro...
Houvesse quem me ofertasse uma dessas que sabem a mel..e o meu Natal seria único. O teu não?...:)

Teté disse...

Muito bem pensado! Dependendo da palavrinha, claro... :D

Alice Alfazema disse...

E não foi nada mau. Há palavrinhas que valem ouro. :)

Manel Mau-Tempo disse...

eu queria dar uma centena ou mais :)

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

E como é que ele embalou a palavrinha? Com ou sem laçarote?

Gaja Maria disse...

Se for " Palavrinha, será o melhor presente de todos :)

Briseis disse...

Antes uma palavrinha que um palavrão! Aquelas costumam ter super-poderes, mas são tantas vezes subvalorizadas...

redonda disse...

Talvez fosse melhor dar-lhe chocolate :)

Ana Freire disse...

E às vezes... uma palavra na hora certa... é mesmo um presente dos deuses, que nos é oferecido...
Beijinhos
Ana