quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Juntos

Hoje caminhámos juntos.

Não sei se deste conta de como andámos. Eu a par de ti. Tu a par de mim. Pergunto-me se terás percebido, como eu percebi, que o ar circulava sereno pelos interstícios das horas. 
Confesso-te: gosto tanto de nos ver assim.

14 comentários:

  1. Suponho que é sempre bom andar assim! : )

    ResponderEliminar
  2. Oxalá ele tenha percebido :)

    Parece muito bem.

    ResponderEliminar
  3. Querida Luisinhamiga

    Mas quem é que não gosta...

    Bjs da Raquel e qjs do Henrique, o Leãozão

    ResponderEliminar
  4. AVISO

    Enquanto não consigo resolver o problema da regularização das datas da NOSSA TRAVESSA apresentadas nos vossos blogues, aviso que desde ontem há um novo artigo postado, de minha autoria e intitulado Mudanças Obrigado.

    Henrique, o Leãozão


    ResponderEliminar
  5. A grande verdade é que nunca estamos sozinhos ! :) Algo nos acompanha constantemente independentemente de ser ou não visto por outros ! :)
    ... E sem dúvida que, por vezes, é a melhor companhia !

    Beijo, Luisa ! :)

    ResponderEliminar
  6. Caminhar juntos. Em confiança. Parece coisa simples e inóqua. Nada disso. Ainda bem que lhe aconteceu.

    ResponderEliminar
  7. Três linhas... tão bonitas!!!!
    Adorei!!!!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar