domingo, 28 de agosto de 2016

Passeio de domingo (320)


Este domingo roubou o passeio de quarta-feira. Teve de ser, já que, este verão, só às quartas-feiras se tem aberto o portão do castelo dePaderne e eu, que nunca tinha entrado no interior da fortificação, resolvi aproveitar. Deixo-vos calor, vastos horizontes, paredes de taipa, pedras antigas, pedaços de História.










11 comentários:

AFRODITE disse...

Há edificações que, pelos métodos de construção utilizados, até admira como subsistem tantos séculos depois.

As cores estão lindas!
Os teus passeios de "domingo" são sempre muito aguardados!

Beijinhos domingueiros
(^^)

Catarina disse...

Tenho passado muitas vezes pelo castelo de Paderne, ou melhor, perto, pois nunca subimos ao cume da colina, mas disseram-me que não tinham a certeza se este oferecia as condições seguras devidas para uma visita. Pelo que me parece, a pessoa estava mal informada.

Majo Dutra disse...

~~~
Não conhecia, pelo que, agradeço tua dedicada reportagem.
Vestígios de muita força braçal e animal nestas construções com pedra!
Testemunhos de tempos duros e difíceis...
O aqueduto parece estar em ótimas condições.
Beijinhos.
~~~~~

Flor de Jasmim disse...

Lindíssimas imagens! Passei ao longe deste castelo à longos anos e a curiosidade ficou comigo este tempo, não imaginava como seria de tão perto. adorei.

Boa semana Luísa e um beijinho.

papoila disse...

Muito interessante, as cores estão lindas.
Não conheço nada dessa região.
bjs

A Nossa Travessa disse...

Luisamiga

Belo passeio lá pelos Algarves e boas fotografias.



Penso que já sabes a desgraça por que tenho passado neste ano bissexto de 2016. SÃO UMAS ATRÁS DAS OUTRAS! Porra! Na NOSSA TRAVESSA podes ler a maldita estória.
Estou muito descoroçoado. Penso até pedir um empréstimo ao banco com quem trabalho para pagar as nossas viagens aos Emirados. Veremos.
Entretanto chegaram as últimas e malfadadas notícias de lá
Entretanto venho infelizmente, dar-te as últimas notícias do EAU

(Agora (23:17 de 27 deste mês de Agosto chega-me a informação de que o meu irmão já está hospitalizado e já tem metástases no fígado e nos rins. Imagino-o na cama do hospital a pensar como a vida é filha da puta. Já terá dito que nunca mais nos vê, a nós e aos sobrinhos e aos sobrinhos-netos...)

Não sei bem o que farei, mas talvez peça um empréstimo ao Banco para ir lá...

A estória completa do que tem sido o nosso ano bissexto de 2016 está publicada na NOSSA TRAVESSA. Desculpa-me a chatice

Bjs da Raquel e qjs do Leão (muito preocupado)

Pedro Coimbra disse...

Fez-me recordar Conimbriga .
Boa semana

Manu disse...

Belas ruínas que tu realçaste muito bem.
Adorei as cores.

Beijinhos Luísa

Filha de José disse...

Como são lindas essas fotos.
E os angulos que escolheu para faze-las.


AnaVi

filhadejose.blogspot.com
cartashoje.blogspot.com

Ricardo Santos disse...

Bonito esse castelo de Paderne !!! As fotos gosto sempre !

Teté disse...

E eu que já estive para lá ir várias vezes, sem saber que só abre à 4ª feira? Obrigada pela informação.

Mas pronto, pelos vistos também não tem muito que ver, só os restos de umas ruínas.O que me fez lembrar um castelo que um dia estava para visitar e depois a net disse-me que do dito só restava uma pedra... O que me fez desistir.

Tu fizeste muito bem em não desistir, porque assim todos ficámos a conhecer o que resta do castelo de Paderne e as fotos estão ótimas. Gosto especialmente da última e daquela das flores secas que nascem da pedra (8ª na sequência). :)

Beijocas