terça-feira, 16 de agosto de 2016

Galos

São cinco da tarde e ouço os galos a cantar. Não é normal os galos cantarem a esta hora. Todos sabemos que os galos cantam cedo pela manhã e que o fazem para nos acordar. A esta hora, o normal é ouvirmos apenas as cigarras. E elas cumprem. Estão lá fora nos seus postos de trabalho – de trabalho sim, que são elas as mais esforçadas artistas do verão – soltando, do seu abdómen, as estridentes e incessantes notas que nos embalam os dias de calor. Estranho, por isso, o som altivo que, adivinho, sai do galinheiro da minha tia. Podia até ser do galinheiro do meu pai. Mas não. Olhando para lá, para de onde vem o canto, percebe-se perfeitamente que este se alinha numa diagonal, vindo do lado esquerdo do pomar, até chegar aqui à minha varanda. Se fossem os galos do meu pai, a linha de som viria a direito, na perpendicular ao meu horizonte. São, sem sombra de dúvida, os galos da minha tia. Não sei o que querem anunciar. Não será o dia, certamente, que este já vai longo. A não ser que os pobres tenores, tal como eu na noite passada, tenham interrompido o sono por conta das músicas dos DJs que, madrugada dentro, foram batucando, batucando, batucando e chegaram até aqui trazidas pelo vento. De mal dormidos, precisaram de uma sesta e agora, coitados, acordaram com o despertador do avesso. 

10 comentários:

Outro Ente disse...

Querida Luísa,
Entraram em "horário de verão, modo férias" e passaram a não dispensar a sesta... como nós.
Boa tarde,
Outro Ente.

Manel Mau-Tempo disse...

galos com insónias nã contam carneiros :)

Tétisq disse...

precisam de trocar as pilhas ou, se forem mais antigos, precisam de corda...

Janita disse...

A cantoria trocou os sonos aos galos da tua tia, Luísa.
Coitados!!
É bom viver no campo mas, por vezes, nem tanto, né? :)

Beijinhos!

Pedro Coimbra disse...

Esses galos que não usam Rolex são insuportáveis :)))

O meu pensamento viaja disse...

Pois a explicação parece-me excelente. Ou isso ou foram para a noite, curtir!!!
Beijinhos

Manuel Veiga disse...

desconfio que são apenas galarotes
desejosos de dar nas vistas

que é como quem diz - dar música pimba!

Teté disse...

Eheheh, essa do despertador do avesso está muito boa! Mas imagino a confusão, para até os galos se baralhares... ;)

Beijocas

Ricardo Santos disse...

Luísa gosto também do que tu escreves !!!

Benó disse...

Luisa, ouvi as pessoas antigas dizerem: "por onde o galo canta lá janta". Portanto, já no antigamente eles (galos) tinham hábito de cantar fora das horas matinais. E os galos que se formam na nossa cabeça quando batemos com ela em qualquer coisa, cantam a qualquer hora.