segunda-feira, 7 de março de 2016

Sair à papo-seco


16 comentários:

Mona Lisa disse...

Uauuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu...MAGNÍFICA CRIATIVIDADE!

Parabéns.

Beijinhos.

papoila disse...

Bem imaginado.
Bjs

Susana Rodrigues disse...

Que giro, luísa!
(esta é da série da "trinta por uma linha", não é?
:-)

Graça Sampaio disse...

Que é como quem diz: «Take a French leave»... Muito bem apanhado!

Maria Eu disse...

Eheheheheh.
Obrigada pelo sorriso matinal!

Beijinhos :)

Miss Smile disse...

Simplesmente desarmante :)

Ricardo Santos disse...

Só faltam as pistolas ! Parece o John Wayne ! :)))

Rui Espírito Santo disse...

ahahah... Um bocado magro e o chapéu está o máximo ! rsrsrsrs

Manel Mau-Tempo disse...

que estilo!

Pedro Coimbra disse...

Aqui não é mais ficar à papo-seco??? :)))

Janita disse...

:)) O chapéu é à cowboy, mas o corpo é à algarvio!!

...papo-seco 'rebentado'!! Conheces esta expressão, Luísa??:))

Beijinhos! :)

bea disse...

Não há coisa que mais deteste que esse fingimento de pão.

jorge esteves disse...

Nos começos do século XX era assim que se chamava aos janotas (bonifrates, como o Camilo gostava de os apelidar) que se passeavam nos jardins, nas praias ou nos cafés.
Este papo-seco é um admirável janota de criatividade! Perfeito!

jorge

Ana Freire disse...

Criatividade e humor, no seu melhor...
Adorei!
Beijinhos
Ana

AFRODITE disse...

Olha o que eu quase perdia...
Tu não existes mesmo!! :)))

Beijinhos... mas com estilo!
(^^)

redonda disse...

:)