terça-feira, 29 de março de 2016

Está tudo de volta

Não sei se é círculo ou se é ciclo. Mas sei que é cíclico e que é virtuoso. Fui, já de noite, estender a roupa para secar. Enquanto tratava do assunto, verifiquei que já há andorinhas dormindo nas traves que suportam o telheiro das traseiras.  Percebi que os grilos já cantam. E até uma osga já resolveu  vir apanhar ar, alapada na parede branca. Está tudo de volta. Tudo nos seus devidos lugares.

21 comentários:

Trapinhartes disse...

É o regresso de mais uma primavera! Até as flores desta estação já nasceram há muito nos campos... adoro ver as papoilas na paisagem.
Beijinhos.

www.trapinhartes.blogspot.com

Laura Ferreira disse...

esta tua descrição lembram-me as noites de verão no meu querido Algarve, e uma osga (que eu teimo em propositadamente pensar que é sempre a mesma) que dorme nas paredes do prédio.

um beijinho, Luísa.

heretico disse...

há mais vida para além do assunto...

lua singular disse...

A vida é feita de pequenos detalhes: estender roupas no varal...
Amei
Beijos
Lua Singular

Pedro Coimbra disse...

Em Macau ainda não.
Cor cinzenta muito teimosa...

bea disse...

a natureza do mundo é pouco original. Mas talvez nos faça falta esse chão conhecido. Descansa-nos da erosão que a novidade comporta:).

Hélder Oliveira disse...

Só se for para esses teus lados. Aqui só há chuva, tempo cinzento, húmido, vento, nevoeiro, neve até!

Teté disse...

E sabe tão bem ver que, mais uma vez, tudo se renova... :)

Beijoca

papoila disse...

Luisa, Hoje vim aqui com um certo medo!!! :)))
Tive medo que tivesses decidido fotografar a "amiga osga" que para mim é dos bichos que mais impressão me faz juntamente com a cobra!
Felizmente pelo menos desta vez escapei, se te lembrares quando fotografares qualquer reptil põe bolinha vermelha no cantinho do post :)))
Como sempre gostei do texto.
bjs

Mona Lisa disse...

...menos o sol.

Meu Velho Baú disse...

É o ciclo da Vida e da Natureza
:)

Graça Sampaio disse...

Sempre em círculo, Luísa. E nós, quantos círculos (ou ciclos) mais veremos? Penso nisso muitas vezes. E não é de agora...

Briseis disse...

Aqui por terras Durienses, a primavera anda um bocadinho indecisa... Ora dá um ar de seus graça, ora se retira e aí está outra vez o senhor Vento e o senhor Frio a fazer das suas...

Portugalredecouvertes disse...


Ainda bem que a natureza imperturbável às loucuras dos humanos, teima em continuar os ciclos da vida :)
boa noite Luísa
Angela

Kok disse...

Nunca matei osgas
mas já matei mosquitos
porque as osgas não apareceram
para matar os "ditos".

A vida vai-se renovando e cada novo ano, sendo uma constante repetição, é também uma nova vida, um novo recomeço.
Nós somos (e continuaremos a ser) disso testemunhas.
Beijos

Majo disse...

~~~
Mais um ciclo renovado...
Para nós, menos um...
Aproveitemos bem...

Maria Eu disse...

E é tão bom!

Beijos, Luísa :)

Ana disse...

tenho reparado no mesmo, as andorinhas andam por aqui ha algum tempo.
beijinhos

AFRODITE disse...


Mas ainda muito timidamente! :(
As Páscoas cá por cima este ano foram uma desgraça!

(e digo "Páscoas" no plural porque este ano tive três... a minha, no Domingo de Páscoa... a dos meus compadres na Segunda de Páscoa... e a dos meus sogros hoje na Pascoela!)

Beijinhos abençoados
(^^)

AFRODITE disse...


*foram uma desgraça* porque deu-nos água p'la barba! (bem entendido!)

Ana Freire disse...

Está tudo de volta... menos a Primavera...
Aqui chove sem parar... e continua um frio... de rachar...
Mas já faltou mais... e os bichinhos sabem-no!...
Beijos
Ana