quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

O treino


Percebi há pouco, ouvindo um banqueiro a falar na televisão, que nós, os portugueses, devemos estar a treinar intensamente para alcançar um qualquer lugar no pódio da pobreza.  Percebi que estamos numa corrida de resistência. Sim. E o tal banqueiro dizia, convicto, que vamos aguentar. À nossa frente está outro país, a Grécia, que já aguentou e ainda aguenta muito mais. E se lá conseguem aguentar, não há razão para nós, cá, não conseguirmos, reforçava o banqueiro. Nesta intervenção, que me pareceu de treinador que quer motivar os seus atletas, o banqueiro insistia. Vejam que quando vamos na rua por vezes nos deparamos com alguns sem-abrigo e devemos pensar que nós, qualquer um de nós pode vir a ser como eles. E se os sem-abrigo aguentam, porque é que qualquer um de nós não há de aguentar?

Grande treinador. Perito na motivação. Pena eu nunca ter tido vocação para o desporto.

12 comentários:

Rui Pascoal disse...

Não vamos conseguir boicotar esse banco mas podíamos tentar...
Cambada!
:(

El Matador disse...

quando se é banqueiro aguenta-se sempre estoicamente a pobreza (dos outros.

Turista disse...

Querida Luisa, também ouvi esta afirmação e fiquei cá a matutar, se o homem é mesmo parvo ou quer nos fazer de parvos!
Irra que já chega de tanta palermice!
Beijinhos grandes para ti.

Rui da Bica disse...

Há indivíduos que não têm qualquer capacidade de comunicação, de fazer passar uma mensagem ! :(((
...Faziam muito melhor se ficassem caladinhos !
.

Tétisq disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tétisq disse...

estamos numa corrida de obstáculos...e já tantas vezes nos anunciaram a meta.

Graça Sampaio disse...

Cambada de cabr... Desculpa, Luísa, só me dá para ter pensamentos vulgares... Até os comia!...

Que mais nos irá acontecer?

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Já é a segunda vez que o sr. Ulrich vem com a mesma lenga-lenga. Cá p'ra mim isso significa que vem aí mais austeridade, não tarda nada...

Rosa dos Ventos disse...

Esse sujeito é asqueroso!
Sabe perfeitamente que nunca ficará "desabrigado" nem terá que passar pelas dificuldades que a maioria de nós está a passar!

Abraço

Pedro Coimbra disse...

Mas olhe que, com um treinador destes, não havia equipa que resistisse, luisa.

Naná disse...

Eu sei o que lhe fazia: punha-o a viver uns 6 meses como sem-abrigo e depois ele poderia falar de boca cheia...

Já bem nos basta a situação em que estamos, ainda temos que ouvir asneiras de gente sem ponta de juízo e de respeito ao próximo!

Teté disse...

Estes banqueiros armados em comentadores sapientes irritam até os mais calmos... :P