quinta-feira, 19 de abril de 2012

Tiques


Até há pouco tempo não fazia ideia de um tique que tenho. Não sei se o tenho há muito. O certo é que nunca tinha dado por ele e agora levo os dias a surpreender-me com a quantidade de vezes em que faço isto. Quando sei, já estou a aspirar emitindo um ruído provocado pela passagem do ar entre os dentes. A ver se consigo descrever isto. A língua cola-se-me ao céu-da-boca entreaberta e o ar que puxo produz um sibilo.

Mas não sou só eu a ter um tique. A colega que me fez descobrir o meu, que até agora me passava totalmente despercebido, também tem o seu. Faz uns estalidos com a língua contra o céu-da-boca. Diz ela que é para coçar a garganta. O certo é que está quase sempre a “coçar” a garganta.

E por aí… há muitos tiques?

11 comentários:

Isa GT disse...

Suponho que todos temos... ultimamente até falo sozinha, o que em casa não tem problema, mas no outro dia até engoli em seco... estava uma pessoa no supermecado, muito séria, a olhar para mim... dei-me conta que, definitivamente, não estava só a falar com os meus botões.
Esta crise está-me a queimar os fusíveis, se não conseguir controlar isto fica um tique levado da breca lol

Bjos

Teté disse...

Também coço a garganta, sempre que tenho comichão, que é coisa que só ouvi fazer à minha irmã e ao meu filho. E que faz impressão a muita gente. Mas se resolve, who cares? :)

Beijocas!

kuka disse...

Também devo ter tiques, só que ainda não dei por isso.
Falar sózinho, não sei se poderá ser caracterizado como um tique, mas que é chato, é. E embaraçoso, principalmente quando há ouvintes por perto.

kuka disse...

Esqueci de mencionar que ao longo da minha vida tenho tido vários tiques. Felizmente desaparecem inexplicávelmente.

mfc disse...

Todos temos tiques, uns mais visíveis que outros!
Eu por exemplo passo muitas vezes a mão pela cabeça...

Beijos,

Fátima Catarina disse...

Sou eu!!!!! Agora também me apercebo que faço os tais estalinhos. lol

Rita Roquette de Vasconcellos disse...

fiquei sem perceber se quer perder o tique?
:-)

luisa disse...

Isa,
Essa do falar sozinha também se aplica a mim... mas parece que não é mau de todo. Vi uma notícia sobre um estudo que diz que isso até ajuda encontrar mais rapidamente o que se procura e o exemplo até era dado com a procura de algo em supermercados :))

Teté,
Coçar a garganta até consigo fazer mas não com os estalidos daquela minha colega...:))

Kuka,
Pois... se calhar há tiques que vêm e que vão e até nem damos por eles. Se não fosse a minha colega a chamar-me a atenção para este de que aqui falo...ainda estava na ignorância do mesmo.

mfc,
É provável que ningém escape a um tiquezinho... :)

Fátima,
Ah Ah ah... olha que duas!

Rita,
Nem eu pensei nisso... na verdade não é algo que me incomode e penso que também não incomoda os outros. :))

redonda disse...

Agora vou ficar a pensar se os tenho, ou não :)

redonda disse...

Tive um temporário (até aos 18 anos não sabia assobiar, depois consegui aprender e durante algum tempo quando me concentrava a trabalhar, assobiava :), depois deixei de o fazer).

Briseis disse...

Eu tenho um que é um tanto ou quanto manhoso... Uso óculos já há cerca de 10 anos. Como é normal, eles têm a tendência de me escorregar cana do nariz abaixo,então, para usar a mão para os puxar para cima, faço um franzir de nariz (quase como quando sentimos um cheiro desagradável) e eles sobem um bocadinho, ficando no sítio certo. Mas eu faço isso montes de vezes. Quem vê e não percebe que é para pôr os óculos no sítio estranha um bocado...lol