quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Carro de praça


Já ninguém diz “o carro de praça”.
Ninguém… é como quem diz, porque ainda há dias ouvia as vizinhas à conversa e uma delas trouxe de volta esta expressão. E lembro-me que era assim que, em criança, ouvia os mais velhos falarem. Não diziam táxi. Diziam carro de praça. Já não se usa. Mas é giro.

12 comentários:

Naná disse...

Em Aljezur, terra dos meus pais diz-se bastante ainda!

Isa GT disse...

Se houver uma explicação, de certeza que quem daria a melhor seria o nosso 1º... Somos tão preguiçosos que até encurtámos o termo lol

Bjos

Teté disse...

Mas ainda se diz praça de táxis, que vem a dar mais ou menos no mesmo... :)))

Beijocas!

SofiAlgarvia disse...

É verdade, deixou-se de ouvir uma expressão tão cómica. Aqui há tempos perguntei aos miúdos se sabiam o que era, e eles nem andaram perto... Talvez as pessoas do campo e da serra algarvia ainda usem esse termo, mas aqui por Lisboa não se ouve...

(Viste o desafio que te lancei lá no blog, Luísa?)

Margarida disse...

Eu concordo... essa expressão deve ser da geração do "Kispo"! LOL

El Matador disse...

Agora diz-se Táxe.

redonda disse...

Engraçado ao ler isto, lembrei-me de o ter ouvido antes quando era criança, talvez à minha avó ou aos meus pais :)

luisa disse...

Naná,
Parece-me que só os mais antigos é que usam esta expressão...

Isa,
Pois... esta do carro de praça se calhar é mais uma "pieguice" minha :)

Teté,
De facto...

Sofia,
Não sei se a expressão é mais dos algarvios... mas é certamente das pessoas mais velhas...
Ainda bem que me alertaste para o teu desafio... eu despistada como sempre não tinha reparado nele. Não sou muito "amiga" destas correntes mas prometo fazer um forcinha... :))

Margarida,
Cá para mim é anterior ainda.... mas também gosto de Kispo :)

El Matador,
Estás certe, é isse mesme :)


Gábi,
Lá está é coisa dos nosso mais velhos e gosto recuperar estas coisas :))

mfc disse...

Lembro-me muito bem dos meus avós chamarem um "carro de praça"!!
Do que me foste lembrar!!
Coisas boas...!

kuka disse...

Os táxis tinham táximetro.
Os carros de praça,não! Os táxis tinham escrito: "táxi". Os carros de praça tinham a letra "A"(que queria dizer: Aluguer) na porta. Num táxi apenas pagava o percurso efectuado, ao passo que no carro de praça tinha de ser pago também o percurso inverso até à "praça" a que pertencia. Não sei se ainda hoje é assim.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Já não me lembrava da expressão, mas era mesmo assim que se dizia. Só em Lisboa e Porto me lembro de ouvir chamar-lhes táxis e taxistas, porque eram "chóferes" de praça.

Anónimo disse...

o condutor do "carro de praça" que me levava a partir da "carreira" ida de lisboa até á minha aldeia...Luisa, fez me recordar esses tempos, era o Sr,Rafael...Gostava tanto daquele nome que 20 anos mais tarde o pus ao meu 1º filho. (como gosto mto de pintura todos pensava que era homenagem a algum dos GRANDES da arte,... não, era apenas o condutor do carro de praça da minha aldeia.