sábado, 17 de julho de 2010

A vida secreta dos objectos - A chaminé disfarçada


Isto de uma pessoa ser famosa tem os seus inconvenientes. Perde-se totalmente a privacidade. Por muito que desejemos passar despercebidos e gozar a vida como qualquer outro mortal, não nos conseguimos proteger dos olhares indiscretos, dos dedos indicadores e dos comentários ao ouvido. Comentários ao ouvido… nem isso. Há alguns que vão logo chamando a atenção para nós alto e bom som. “Olha ali aquela chaminé algarvia!” “Ai que gira! Aquela nem é branca nem nada….” E depois vá de sacar das máquinas fotográficas e flash…. flash… flash! E agora do lado contrário… flash…flash…flash… Que farta. Por isso, agora decidi começar a usar máscara. Disfarcei-me, pronto. Mesmo assim, ainda há quem não pare de olhar para mim. Ficam na dúvida se sou eu mesma…. E depois, não sei se é o toque de mistério que isto me dá, mas deixo-os a todos baralhados. No fundo, esta situação até está a dar-me um certo gozo. Olha… aí vem outra de máquina fotográfica em punho. Nem disfarçada me safo!

5 comentários:

Anónimo disse...

Aqui é caso para dizer:
"sem comentários"!
Rog

mdsol disse...

Estas "conversas" são mesmo interessantes.

:))

luisa disse...

Pois é Rog, quando me dá para isto não há grande coisa a fazer... :)))

luisa disse...

Ora mdsol, uma chaminé também tem direito aos seus devaneios...:)))

Ana Barata disse...

... e desabafos, pois então!