sábado, 17 de julho de 2010

Olhos de Água



Voltei outro dia à praia da minha infância e reencontrei, seguindo os passos do meu afilhado de sete anos, os mesmos recantos de água aquecida ao sol na maré vaza. Os olheiros de água doce brotando no meio das rochas mantêm o seu ritmo. As rochas, essas, estão mais gastas pelo mar e pelo tempo. O areal minguou. O casario cresceu e já nem sei da vereda por onde descia para a praia.
Há muita gente. Sim. Mas o encanto permanece.


6 comentários:

mdsol disse...

: )))

Palma disse...

Há na realidade muita gente, mais confusão, mais casario, mas a vida das pessoas dessas praias do litoral, também melhorou. Não há bela sem......\ Os Olhos de Água continuam a ser um recanto bonito da nossa Costa. Mas é natural que o que nos vem à mente sejam os tempos de juventude.... quer nos Olhos de Água.... em Quarteira........ou noutro recanto algarvio.
Bom fim de semana. Palma

luisa disse...

É mesmo Palma. Tudo muda mas continuamos a encontrar beleza nesta nossa costa abençoada...:)

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Andei por aí em Maio, também numa espécie de romagem de saudade de outros tempos.

Ana Barata disse...

ai meu deus! faz tempo que não vou aos Olhos d'Água! a primeira praia do Algarve que conheci, em 75! e que boas recordações tenho!
também sou da opinião que a mudança não interfere nas boas recordações da nossa memória! e isso é bom.

luisa disse...

E vale sempre a pena regressar a estes belos sítios, Ana.