terça-feira, 6 de outubro de 2015

Vazio

Há em mim um vazio, como um espaço em branco que não se preenche. Como uma palavra que não se encontra. Como uma história que já se esqueceu e não se pode mais contar.

Há em mim um vazio que vou riscando a lápis num pequeno caderno. Risco palavras atrás de palavras. Experimento-as umas junto às outras. Não servem. Altero-lhes a posição. Não servem. Risco-as em desalento. Resiste o vazio.

19 comentários:

Isabel Pires disse...

Há vazios que precisam mesmo de existir para promover os intervalos de reflexão entre os tempos cheios.
O vazio não tem de ser sempre dramático, Luísa. Continua a juntar as tuas bonitas palavras e vais ver que o outro lado vai chegar.
Um beijo.

Graça Sampaio disse...

Como eu te compreendo....

Beijinhos solidários...

Outro Ente disse...

Pessoal e transmissível esta bela descrição do espaço em branco, querida Luísa.
Nem sempre é vazio. Pode, apenas, ser. Estar. Como algo que faz parte e, de onde, por vezes, saem textos assim. Bonitos.
Um beijo,
Outro Ente.

Majo disse...

~~~
~ Eu ando atordoada...

~ Como foi possível!!

~~~ Abraço amigo. ~~~
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Meu Velho Baú disse...

Há momentos assim !....
Lindo texto .

Portugalredecouvertes disse...


olá Luísa, tenha a certeza que isso passa :)
é só esperar o tempo suficiente !
abraço
Angela

deep disse...

Bonito texto, Luísa. :)

Ocorre-me Bukowski: there is a place in the heart that
will never be filled
a space
and even during the
best moments
and
the greatest
times
we will know it
we will know it
more than
ever
there is a place in the heart that
will never be filled
and
we will wait
and
wait
in that
space.

Catarina disse...


O vazio – se não for causado por perdas irremediáveis – é temporário. Preenche-o com mais fotografias.

Aminah Luiza disse...

Olá Luisa, muito bonito! Às vezes é difícil dar o sentido certo às palavras, mesmo mudando-as de posição!
Beijo

Pedro Coimbra disse...

Posso ser sarcástico??
É a adaptação de uma anedota - será fome??? :)))

Miss Smile disse...

O vazio interior faz parte da vida. Sem ele, não haveria procura, descoberta ou este bonito texto.

Um beijinho

Janita disse...

Um vazio muito literário, mas que em breve preencherás com algumas das tuas belas fotos!
Na pródiga Natureza não existem vazios!

:)

Rui Pascoal disse...

Uma sopinha de letras... não ajudaria?
:)
Coragem!

Flor de Jasmim disse...

Há vazios difíceis de preencher, outros jamais o serão!

Abraço-te bem forte.
Adélia

Benó disse...

Vazio momentâneo que rapidamente será preenchido. Aguardemos.

heretico disse...

a Natureza não admite o vazio - cuida disso!...

beijo

Teresa Borges do Canto disse...

"[...] Tenho por adquirido que no coração do vazio, tal como no coração do homem, há fogos que ardem."
Yves Klein

Bom passeio este Domingo, luisa.

AC disse...

Talvez, Luísa, a atenção se deva fixar, não nas palavras, mas no sentir.

Um bom domingo :)

Galopim disse...

Identifico-me. :)