sábado, 3 de outubro de 2015

Espinhos


Há um tempo morno.
Há caminhos secos.
Há espinhos à flor da pele.
Escuta…
Ouço-os gritar.

Em silêncio.

10 comentários:

AC disse...

Para lá do nosso conforto
Há sangue que jorra
Ludibriando a flor da pele...

Portugalredecouvertes disse...


Luísa, os nossos espinhos têm sede com o longo Verão!
mas há outros que não param de espetar, criando tanta dor e sofrimento

Mona Lisa disse...

Tal como a na vida...aparecem espinhos que temos que "regar" para que a vida desabroche.

Parabéns pela foto e texto qua a legendam.

Beijinhos.

Aminah Luiza disse...

Luiza, a vida é assim... mas nada dura para sempre nem os espinhos!
Beijo, adorei o post (foto e legenda).
Beijo e ótimo Sábado, de preferência sem espinhos!
Aminah/Luiza
www.farhanadiary.com

✿ chica disse...

Sempre hão de aparecer espinhos...Linda foto! bjs, chica

Flor de Jasmim disse...

Há espinhos que picam tanto!

Um bom fim de semana e um beijinho.

Graça Sampaio disse...

Sucinta e lúcida sempre, Luísa. Muito bom!

Beijinho

mz disse...

Os silênciosos,
doem muito!



Teresa Borges do Canto disse...

" Catar um por um os espinhos da água
restaurar nos homens uma telha de menos
respeitar e amar o puro traste em flor"

Manoel de Barros/ Serviços

redonda disse...

Uma fotografia e palavras fortes.