quarta-feira, 15 de maio de 2013

Beijos públicos


Dois jovens estudantes universitários procuraram hoje o meu serviço para apoio num trabalho académico. Depois de consultarem a documentação que lhes foi facultada, solicitaram algumas fotocópias. Enquanto eu as tirava, os dois encostaram-se à ombreira da porta que se encontra mesmo junto à fotocopiadora, ficando nas minhas costas, a menos de meio metro de mim, e começaram aos beijos. Muitos beijos. Beijos repenicados. Repenicadinhos. Repenicadíssimos. Conversavam e trocavam beijos. Eu nem queria acreditar. Abateu-se sobre mim a vergonha que eles, pelos vistos, não tinham. Esforcei-me por me concentrar nas fotocópias, na posição da página sobre o vidro, nas definições de tamanho do papel, na redução da imagem a copiar, no botão em que tinha que carregar… E eles, aos beijos. Tantos, que até a colega que estava sentada na secretária em frente teve que se levantar, também, ela incomodada com a tanto amor, e sair para o gabinete ao lado. 

16 comentários:

Teté disse...

Ahahah, alguns jovens não têm mesmo a noção do lugar onde se encontram... Mas enfim, podia ser pior, podiam estar zangados e a discutir! :)))

Uma Rapariga Simples disse...

Aconteceu-me querer subir as escadas, para a sala de professores, e ter de andar a fintar os pares de namorados aos beijos escandalosos. Houve um par que eu duvidei seriamente se a coisa ficava por ali. :D

Uma Rapariga Simples disse...

Aconteceu-me querer subir as escadas, para a sala de professores, e ter de andar a fintar os pares de namorados aos beijos escandalosos. Houve um par que eu duvidei seriamente se a coisa ficava por ali. :D

quem és, que fazes aqui? disse...


Pois se o amor anda no ar!!:))

Quando passo pelos meus alunos, que em beijos infindáveis se confundem, paro e apenas lhes digo "Camões!". Olham-me interrogativos. Respondo-lhes "Leiam-no!" :)))

Beijo

Laura

Rosa dos Ventos disse...

Sabe-se lá o que acontece em privado!
Consta que há cada vez mais violência no namoro...


Abraço

Rui Pascoal disse...

Mas que bela impressão... essas fotocópias.
:)

redonda disse...

Assim descrito até parece engraçado :)

papoila disse...

É a primavera e as hormonas :)))
Gostei do comentário da Laura é uma boa ideia!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

E se alguém lhes chamara atenção, respondem: O que você tem é inveja!

Pedro Coimbra disse...

Essas demonstrações públicas de afecto também me deixam algo constrangido.
Há momentos e locais para tudo.
Bom fim-de-semana!

Arco Iris disse...

Mesmo que saibamos que é o Amor....que são jovens.... tudo o que é demais e sem ser na sua intimidade chateia.
Mas ri-me com o teu texto , está com muita piada.

Constance disse...

Bem, há um lugar apropriado para tudo... Confesso que também ficaria incomodada. Mesmo apesar de, provavelmente, ser da mesma idade que eles :)

Graça Sampaio disse...

Não será o dia nacional dos beijos?!...

(Aqui para nós, esta gente nova não tem muitas maneiras, não. Mas a "culpa" é da nossa geração que não lhas passou nem lhas exigiu)

Beijinhos públicos...

LuisY disse...


Os jovens não tem medo de expor o seu amor como nós tivemos. Tenho um amigo meu professor de uma escola de artes em Lisboa, que me conta que os rapazes homossexuais se beijam e acariciam em público e ninguém parece se incomodar muito com o assunto.

Mas gostei do seu post. É uma espécie de versão em prosa dos "Les Amants d'un jour", que a Piaf e a Juliette Greco celebrizaram. Quem quiser recordar veja o link http://www.vagalume.com.br/edith-piaf/les-amants-dun-jour.html

Julgo que a Luisa terá a mesma profissão que eu.

Um abraço





Briseis disse...

Eles andem aí... em todo o lado. Onde menos se espera. Esta juventude anda louca. E depois, o pormenor mesmo repugnante, são as pessoas que se põem a olhar com ar guloso... eugghhh....

AC disse...

Há um tempo para tudo, até para enfrentar o "parece bem". Bem vistas as coisas, todos passámos por isso, cada um à sua maneira.
Luísa, talvez este fosse um bom mote para uma rubrica dos seus habituais posts: "A vida é bela quando dois jovens, indiferentes a tudo, se beijam...". :)

Beijo :)