quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Entardecer

Gosto de ver crescer os dias.
Vejo crescê-los na hora em que saio do trabalho, quando deixam de ser noite e começam a coincidir com o entardecer. O ar fica mais leve e, sempre que passo junto ao jardim da Alameda João de Deus, acerto na hora do concerto que as aves ali dão, nos ramos das mais altas árvores, sem que as consiga ver. São breves instantes, de um intervalo revigorante, entre o turno profissional e o turno familiar.

6 comentários:

Catarina disse...

Os dias a crescer prenúncio da primavera que se aproxima a passo largos... : ) Que o turno familiar seja leve e repousante!!! : ) Linda foto, como sempre!

luisa disse...

Catarina
Estes fins de tarde sem nuvens sabem mesmo bem! Levantam-nos os ânimo. :)

Fê-blue bird disse...

São estes momentos de contemplação e esperança na primavera, que nos retempera as forças para uma nova etapa.Linda fotografia.
Beijinhos

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Por aqui, o nevoeiro não me deixa usufruir desse prazer mas ontem à tarde tive uma reunião aqui bem perto e deparei-me com um esplendoroso dia de sol. Que venha a Primavera e a mudança da hora.

Caia disse...

Sim, também gosto de ver os dias "crescerem".
Quando saímos do trabalho ao final do dia, parece que dá para fazer mais coisas... aproveitar mais as últimas horas!

SofiAlgarvia disse...

Pois, cá por Lisboa, há dois dias que não se vê o céu - é só nevoeiro!

:(