sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Algarve





1
A luz mais pura
Sobre a terra seca

2
Um homem sobe o monte desenhando
A tarde transparente das aranhas

3
A luz mais que pura
Quebra a sua lança


Sophia de Mello Breyner Andresen

11 comentários:

✿ chica disse...

LINDO!!! Adorei! beijos, chica

bea disse...

Só mesmo Sophia para falar na tarde transparente das aranhas à vista de um homem subindo um monte na tarde.

Gaja Maria disse...

bonito!

francisco júnior disse...


Add conteúdo do seu blog https://www.waaap.net

Eros disse...

O Algarve tem uma Luz que me seduz... Seja na minha predilecta e Formosa Tavira, seja no crepúsculo da Falésia em Albufeira...

Elvira Carvalho disse...

É sempre um privilégio começar o dia a ler Sophia de Mello Breyner Andresen.
Bonita a imagem que ilustra o poema.
Um abraço e bom fim-de-semana

teresa dias disse...

Juntar versos de Sophia com luz algarvia - perfeito, Luisa, perfeito!
Beijo e bom fim-de-semana.

Cidália Ferreira disse...

Palavras lindas numa imagem maravilhosa!!

Beijo. Bom fim de semana.

Os olhares da Gracinha! disse...

... é que é isso mesmo!
Bela a sua partilha!!!bj

Graça Sampaio disse...

Saudades desse Algarve límpido e transparente!

Muito bonito. Beijinhos de mais a norte.

Janita disse...

Numa perfeita simbiose entre palavras e imagem, há uma uma luz que permanece intacta e bela!

Um beijinho bom passeio de Domingo, Luísa. :)