sexta-feira, 8 de julho de 2016

Uma tela


um grito de
argila
ecoa sobre o veludo
azul e
fixa-se num canto da tela
virgem e
aí toma forma
em natural abstrato
de inspiração
divina

9 comentários:

Majo Dutra disse...

Parabéns pelos poemas, Luisa!
Ambos em harmonia perfeita.

Venham muitas destas belas conjugações.
Beijinho.
~~~~

Carla disse...

Tão bonitas: as palavras e a fotografia. :)

bea disse...

Gostei do poema:)

Manel Mau-Tempo disse...

o olhar azul da arriba :) muito bom

papoila disse...

Foto perfeita.
beijinhos Luisa

Portugalredecouvertes disse...



Olá Luísa, por essa janela para o mar,
lembrei-me deste video surpreendente :
https://www.youtube.com/watch?v=lEFsQVMlRBI

bom fim de semana para ti
Angel

Fê blue bird disse...

Excelente o poema e a imagem que serviu de inspiração.
A natureza é sem dúvida a mais bonita tela.

Um beijinho

AFRODITE disse...


Tu deixas-me sem fôlego...
Eu já era tua fã... hoje assinei contrato vitalício!

Beijos e vénias
(^^)

Ana Freire disse...

Excelente poema, muito bem harmonizado, com este espectacular abstracto, tão bem conseguido nesta tela... natural...
Adorei o efeito!
Bjs
Ana