terça-feira, 19 de abril de 2016

Sem pés nem cabeça


17 comentários:

ematejoca disse...

O que aconteceu à boneca?

[*}

Miss Smile disse...

:)))
Não me pára de surpreender :)

Estou a adorar esta série!

Um beijinho, Luisa

AC disse...

De ventre saciado, sem cabeça para não pensar. :)

Flor de Jasmim disse...

Assim muito muitas outras coisas!
Ó pá eu tenho uma foto de uma cabeça que encontrei na minha caminhada :)

Beijinho Luísa.

✿ chica disse...

Perfeito pra bem expressar a frase! bjs, chica

Susana Rodrigues disse...

luisa, querida luisa, ISTO é brilhante!!!
Adoro estas fotos! dei a gargalhada do dia, obrigada!
:-) (maravilhoso)

Graça Sampaio disse...

Tive tantas bonecas assim, Luísa!! Eram de celulóide e os braços e as pernas estavam ligadas por elástico no interior da boneca. Quando um dos elásticos se partia, pim! Lá se ia um braço ou uma perna. Depois tinham de ser levadas ao Hospital da Bonecas (lá em Lisboa havia um, pelo menos...)

Se calhar por ter tido tantas bonecas assim, terei eu própria ficado sem pés nem cabeça... :))

Beijinhos

heretico disse...

sem pés nem cabeça, mas tem graça...
e como se sabe, mais vale ter graça que ser engraçado ...

Ava Pain disse...

Ó valham-me todos os deuses, o que fizeste tu à boneca, Luisa?

(esta rubrica das fotos a acompanhar as expressão é uma delícia!)

lua singular disse...

Oi querida
Sem pés sem cabeça, mas fez a diferença
Adorei.kkk
Beijos
Lua Singular

Portugalredecouvertes disse...


Olha a coitadinha !
Humor negro, Luísa ?!

Como escreve a Graça, também me lembro dessas bonecas que tive com elásticos a ligar os respetivos membros :)

bea disse...

Está um trapo, essa boneca.

Janita disse...

...Não havia necessidade! :)

Pedro Coimbra disse...

TORTURA!!!! :))))

Laura Ferreira disse...

adoro.
já fiz uma história na minha cabeça...

Meu Velho Baú disse...

Oh!......faz-me lembrar uma boneca que tive em criança que ficou somente sem cabeça. mas fez sempre parte das minhas brincadeiras :)

Teresa Borges do Canto disse...

li algures que as meninas são de consertar e os rapazes de destruir...