quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Poente


Nunca sei como é que se pode achar um poente triste.
Só se é por um poente não ser uma madrugada.
Mas se ele é um poente, como é que ele havia de ser uma madrugada?


Alberto Caeiro

21 comentários:

Graça Sampaio disse...

Alberto Caeiro e as suas verdades inquestionáveis. Se ele visse este poente tão lindo, escreveria mais não sei quantos poemas...

Ricardo Santos disse...

A genialidade de Pessoa ... e a tua foto, digna de capa de National Geography!

redonda disse...

Uma fotografia lindíssima!

Isabel Pires disse...

Conjugação perfeita, Luísa!
Beijo.

Janita disse...

Belo Poente! Até Caeiro se deixaria empolgar com tamanha beleza!
:)

Catarina disse...

Uma foto espetacular(issima - com acento agudo no primeiro "i").

: )

Ana Raquel disse...

Adoro o por do sol.

AFRODITE disse...

Os pores de sol algarvios são tão estranhos para mim... que estou habituada a estar na praia a ver o ocaso sobre o mar!

Olha, esta tua foto está soberba!
Fizeste-me transportar para lá... e desejar estar ali de mão dada com o Meu Amor a passear à luz do entardecer.

Beijinhos de fã
(^^)

Teté disse...

Belíssimo poente esse, com reflexo no areal molhado. Dá vontade de ser poeta, mas depois faltam-nos as palavras que um grande poeta usa para descrever a imagem... :)

Beijocas

Pedro Coimbra disse...

Se o poema é bonito, a foto é fantástica!!!
Bfds

mz disse...

Que lindo Luísa, o mar parece uma aguarela!

Alberto Caeiro é dos meus preferidos de Fernando Pessoa e foi com ele que surgiu o primeiro "post" do meu blogue depois da apresentação do mesmo.

Meu Velho Baú disse...

O Poente tem a sua beleza assim revelado nesta bela foto.

Benó disse...

Que bela foto, Luisa. E que belo por de sol se observa no Cabo de S.Vicente. Já lá estiveste, certamente.

Rui Espírito Santo disse...

Muito curiosa a foto, em que, mais que o sol Poente me saltou aos olhos o mar a beijar a areia, em "beijos" sucessivos !
... e é curioso também, chegar a parecer artificial, com esse efeito ! ...
É estranho que temos "expressões" que evidenciam o "natural" e o "artificial" antagónicos, de um modo convergente !
Tão lindo que parece natural, ou tão lindo que parece artificial ! :)))

:))

Miss Smile disse...

A sua foto parece uma pintura. É maravilhosa!

© Piedade Araújo Sol disse...

que bela foto!
aliás são todas...
bom fim de semana.
beijo
:)

Luis Filipe Gomes disse...

Poético poente!

Pérola disse...

O poente é lindo!

Beijinhos

O Profeta disse...

Ouvi o vento e a música
Procurando um porto na madrugada
Ouvi a chegada de um navio
Julguei sentir uma voz amada

Meu Armando, meu amor...
Uma criança jogando lama ao meio dia
Embrenhada e perdida na alma
Com rimas colorindo pálpebras de nostalgia

Doce beijo

Mona Lisa disse...

Magnífica foto que "transpira" magia!

Beijinhos.

mfc disse...

Tanta beleza!