sábado, 21 de março de 2015

Poesia (2)

As minhas poesias são jóias

Mesmo que sejam muito más


Adília Lopes (O peixe na água, 1993)

1 comentário:

CÉU disse...

Eu não sinto, não penso assim, mas devo aceitar as opiniões dos outros.

Beijinhos.