terça-feira, 12 de outubro de 2010

Os pimentos


Chegaram da horta empoeirados. Mas piscaram-me o olho e rendi-me ao seu rubro fulgor. Hão-de ser bem lavados e depois de enxutos, serão cortados em largas tiras que, cobertas de sal grosso irão ajeitar-se em camadas e descansar por alguns dias, em local fresco. Serão dias de preparação psicológica para a transformação que terão de sofrer. Porque há-de chegar depois a máquina trituradora, que presa ao bordo da mesa, há-de moê-los sem dó nem piedade. Desfeitos, serão depois acondicionados em grandes frascos de vidro e sobre eles se derramará uma leve porção de azeite. A despensa ficará então abastecida da massa de pimentão necessária aos cozinhados que se hão de fazer.

4 comentários:

AC disse...

Luísa,
Também cá tenho pimentos desses (passo algum do meu pouco tempo livre a cuidar duma pequena horta) e gostaria de me aventurar a fazer também essa massa de pimentão. Os ingredientes são apenas esses referidos no texto (pimentos, sal e azeite)?
Grato.

beijo :)

luisa disse...

AC,
É assim que eu via a minha mãe fazer. Agora é a minha sogra que se encarrega da "produção". Já vi outras receitas por aí na net, mas a que conheço é mesmo esta.

Mary Jo disse...

Luísa,
a minha sogra também cobre a massa de pimentão com azeite, é para não ganhar bolor! TEnho de aprender a fazer o mais rápidamente possível. Gosto de ter sempre a massa de p. caseira para temperar a carne de porco à alentejana e o lombo de porco assado no forno.

beijinhos

luisa disse...

Mary Jo,
É isso, com a camada de azeite a coisa mantém-se em condições por mais tempo. :)