domingo, 11 de abril de 2010

A vida secreta dos objectos - A iogurteira SEB


Oh la la…mes amis! Non imaginom cóme estó content. Estó numa excitasson só !


Voltei a trabalhar. É mesmo, na noite passada voltei a fazer iogurtes. Eu que estava há tantos anos arredada da vida laboral voltei a sentir-me útil. Esquecida no armário da cozinha dela, dormitava dias e noites a fio. Mas ontem, qual não foi o meu espanto quando ela me foi buscar à prateleira de cima, me limpou cuidadosamente, lavou um por um os meus frascos de vidro e se pôs a bater um litro de leite com um iogurte natural. Depois encheu cuidadosamente cada um dos meus oito copinhos, colocou-me a tampa e….que maravilha, ligou-me à corrente.

Agora só espero que esta retoma seja mesmo a valer. Bem sei que hoje em dia a concorrência lá fora é grande. Segundo me contou o iogurte que se envolveu com o leite ontem à noite e enquanto juntos fermentávamos, as prateleiras dos supermercados apresentam quase diariamente novidades. Há naturais para todos os gostos: clássicos, cremosos, magros, açucarados, gregos…Os de sabores, então, nem se contam: de aromas, com pedaços, com doce, líquidos… E depois ainda há os biológicos, os de soja, os de leite de cabra….Bem não vai ser fácil manter-lhe a vontade de me utilizar.


Mas por enquanto estou cheia de esperança e dou graças à Internet…. e a esta mania dos blogues porque, segundo percebi, foi num destes que ela linka aí ao lado que ao ver uma iogurteira SEB igualzinha a mim, minha conterrânea e saída como eu das séries de fábrica dos anos 70, ela se lembrou de como seria interessante voltar a dar-me uso.


E cá estou, linda na minha cor laranja e design vintage, capaz de fazer inveja a qualquer iougurteirazinha do século XXI.

20 comentários:

mdsol disse...

:))

Anónimo disse...

Eu me lembro tambem dos iogurtes que a minham mae fazia com a mesma iogurteira : um iogurte com um litro de leite (acho eu) e dà 8 iogurtes ! Hà pouco tempo, tambem me lembrei dela e pensei que se eu a tivesse, fazia iogurtes ! :)
A prima V

luisa disse...

Prima V.,
E será que ela não sobrevive ainda nalgum armário da tua mãe? Pede-a em herança antecipada. Olha, os iogurtes ficaram uma delícia. :)

Helga disse...

Excelente!!! A minha 'velha' iogurteira agradece este magnífico post! Tal como a tua, também está enclausurada no armário há imenso tempo. Mas vou já mudar isso, amanhã mesmo vai ter serventia. Obrigada!

Beijinhos :)

Isa disse...

Olá!
Ontem a minha sogra ofereceu-me a iogurteira dela, igualzinha a essa. Comprou-a em França, na década de 70. Eu estava a comentar que queria comprar uma e ela ofereceu-me a dela, visto não a usar há imenso tempo.
O mal é que não já não tem o manual de instruções :(
Eu queria fazer iogurte mas tenho receio que faça alguma asneira e como aquilo fermenta eu não quero matar a familia :)))
Bem, desculpa o atrevimento mas podias responder-me como se usa? Ok o básico é bater um litro de leite e 1 iogurte natural e depois dividir pelos copos. Mas e depois? Ligo a máquina e ela faz tudo sozinha, tipo controla os tempos, etc??? Acho que este tipo de máquinas liga-se uns minutos e depois fica a fermentar um X tempo e depois temos que ligar outra vez para "cozer" os iogurtes. Mas quanto tempo? Desculpa mas podes ajudar-me? A minha máquina é igualzinha á tua.
E receitas, tens receitas de iogurtes no teu blog? Bem isto das receitas eu encontro mas precisava mesmo era saber como funciona a máquina :(
help...

thanks

Isa

luisa disse...

Isa,
É de facto muito simples. Como dizes basta bater um litro de leite (de preferência gordo, porque prende melhor) com um iogurte natural e repartir pelos copinhos, sem tapá-los. Depois coloca-se a tampa da iogurteira e liga-se. Ela faz tudo sózinha. O ideal é tratar do assunto à noite antes de deitar. De manhã estão prontos. É só colocar as tampinhas e pô-los no frigorífico. Sou capaz de ainda ter o livro de instruções lá para casa, mas não me lembro se tem receitas. Se o encontrar digo-te.

Isa disse...

Olá :)
Obrigada...já me ajudaste muito :)
Como a máquina tem um único botão mas que dá para ligar/desligar a minha dúvida era se eu tinha que a controlar.
Obrigada mesmo.
Beijinhos

Anónimo disse...

Viva, Luísa!
Fiquei muito satisfeito por descobrir este post. Ainda estou na casa dos vinte, mas tenho memórias vagas dos iogurtes caseiros da minha mãe feitos na iogurteira. Acontece que ela deitou a iogurteira fora há meses. Felizmente, a história não ficou por aqui. Uma familiar emigrada ofereceu-me anteontem a sua velhíssima (mas vintage, como tão bem disseste!) iogurteira SEB e tratei logo de a experimentar. Fiz a receita simples, da primeira vez, mas estava em dúvida quanto ao que fazer em relação aquele botãozinho laranja que acende e apaga; fui acendendo-o, mas ele tornava sempre a desligar (deduzo que a máquina tenha termostato); os iogurtes apareceram feitos, mas com pouca consistência no fundo do copo.
Agora fiquei descansado por dizeres que é só ligar à corrente. Tenho os copinhos com uma coisa que promete: iogurte de figo (1 iogurte natural; meio copo de leite x8; 1 c.c. açúcar x6; 1 figo x8); vamos ver...! =]
Um abraço grato, Filipe.

luisa disse...

Olá Filipe,
O funcionamento desta iogurteira é de facto o mais simples possível. Faço votos para que esses iogurtes de figo fiquem deliciosos. Na verdade eu fico-me normalmente pela receita básica do iogurte natural. :)

Catarina Miranda disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Catarina Miranda disse...

Acabei de trazer esta iogurteira de uma feira de coisas dadas. Parece igualzinha à que mostras, mas tem uma "tigelinha quadrada", que se coloca no meio dos frascos de iogurte, naquele suporte central com a mesma forma. A tua também tem isso, e se sim, para que serve?! Beijinhos!

luisa disse...

Olá Catarina,
A minha não tem essa tigelinha nem me lembro de a ter tido.

Catarina Miranda disse...

Pois, se calhar a tigelinha nao faz parte, também nao figura no manual de instrucoes. Entretanto a minha máquina tem um problema, desliga automaticamente (quando fica à temperatura ideal, imagino), mas depois parece nao conseguir voltar a ligar para manter a temperatura.. Acabei por fazer os iogurtes no forno, 8 horas a 45 graus e ficaram óptimos. Quanto à SEB, fiquei com muita pena! Estou a pensar em abri-la, para ver se é algo de óbvio..

Obrigada!

Sofia disse...

Olá Luisa, descobri que a minha mãe também tem uma iogurteira igual é sua. Tenho um bebé de 15 meses e vou experimentar. Quando é que posso tirar os iogurtes da máquina? Ela é tão simples que até fico na dúvida. Obrigado!

luisa disse...

Olá Sofia,
Eu sempre os fiz à noite, antes de me deitar. será aproximadamente 8 horas.De manhã estão prontos. Penso que a máquina desliga automaticamente.

BárbaraFerraz disse...

Uma tia ofereceu-me uma iogurteira igual à sua. Hoje decidi experimentar, mas ela parece desligar-se passado um tempo,mas continua a manter o calor, será normal?

luisa disse...

Olá Bárbara,
Já faz algum tempo que não utilizo a minha. Mas tenciono fazê-lo e irei tomar atenção para ver se o luminoso se apaga e ao fim de quanto tempo. Voltarei aqui para reportar. :)

luisa disse...

Bárbara,
Quase me esquecia de cá voltar. É mesmo assim. O botão luminosa apaga-se passado algum tempo ( Não fixei bem quanto mas pareceu-me pouco mais de uma hora). De qualquer forma eu ligo a máquina à noite, e só quando me levanto de manhã é que transfiro os iogurtes para o frigorífico.

Cat disse...

Olá!
Será que é possível alguém digitalizar e partilhar o livro de instruções desta iogurteira?
Hoje estou a experimentar pela 1º vez, vamos ver como ficam...
Obrigada!

luisa disse...

Olá Cat,
Eu já não tenho livro de instruções.