segunda-feira, 12 de março de 2018

Tarde


O que eu queria dizer-te nesta tarde
Nada tem de comum com as gaivotas.

Sophia de Mello Breyner Andresen

14 comentários:

Gaja Maria disse...

Que foto fantástica :)

Elvira Carvalho disse...

Que bela foto!
Abraço

bea disse...

Foto tão bonita! Nela, Sophia resplandece natural.

Pedro Coimbra disse...

A foto é sublime!!!

Isabel Pires disse...

Lindo! Tudo: foto+poema.

Janela Indiscreta disse...

Um duo perfeito :)

Larissa Santos disse...

Mas a foto é excelente :))

Hoje:- Âmago em transparências
.
Bjos
Votos de uma boa Terça - Feira.

lenalima disse...

Bela foto!

Cidália Ferreira disse...

Publicação brilhante!!

Beijinhos

Janita disse...

E assim, entre a imagem e as palavras, se divide o tempo.
Dividida não fiquei eu, que me perdoe a Poetisa.
A fotografia é das coisas mais belas que vi nos últimos tempos. Ou, melhor, que me perdoe a fotógrafa, uma das mais belas...

Beijos, Luísa!

AFRODITE disse...

Fiquei apaixonada por esta fotografia...
Tu és MESMO um caso sério!
💜

Manuel Veiga disse...

de facto, é um voo bem mais ousado!

luisa disse...

Agradeço as vossas amáveis palavras.
Um abraço a TODOS. :)

Rui disse...

Tonalidades incríveis, o voo da gaivota, um pormenor de um post metálico (?), num conjunto lindíssimo !!!