quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Setembro


Ainda assim achei a N125 demasiado atulhada. Mas isso agora já nem chega a mudar. De verão ou de inverno o congestionamento passou a ser constante. Já o areal parece outra coisa. Ainda muito frequentado mas muito mais arejado. Gosto da praia em setembro. Hoje há vento. E, com o som do vento e do mar, ficam abafadas as conversas. Quase nem se ouvem as gaivotas que planam sobre a praia. Só o mar e o vento e o pregão das bolas de Berlim quando passam por perto os vendedores.

Com a maré vazia observo os apanhadores ocasionais de conquilha. Não apanham quase nada, que nesta praia já poucas há. Hoje não estou para isso mas gosto de as procurar como fazem aquelas pessoas. Rodando os pés na areia, quase como quem dança um twist  e, quando alguma emerge, apanhá-la lestamente com a mão. Observo os apanhadores de conquilhas e as barrigas que se passeiam de um lado para o outro. Há barrigas de todos os tamanhos e feitios. E não falo de barrigas de grávida. São barrigas de meia-idade de várias nacionalidades. Mais ou menos destapadas, mais ou menos descaídas, mais ou menos inchadas. São barrigas que não se importam com os olhares indiscretos. Apenas se importam em receber a carícia do vento e o calor do sol.

O vento levanta a areia, muito fina, que aos poucos me cobre o espaço desocupado da toalha. Não me importo. Estou mais interessada no pilrito que passa perto de mim debicando a areia em busca de alimento.


13 comentários:

Teté disse...

Também adoro a praia em setembro. Por isso cá estou novamente, para umas curtas férias... E há conquilhas para o jantar, só que compradas na praça! :)))

Boa foto! :D

Beijocas!

Kok disse...

Que inveja, não ter a possibilidade de afundar os pés nessas areias, agora quando o espaço aumenta.
E das conquilhas (condelipas) que também tantas vezes apanhei na meia-praia...
E as barrigas? Ora, cada um passeia a sua sem complexos; além disso, "as outras" são sempre maiores que a nossa (a minha)!

Beijos e sorrisos!

Rui Pascoal disse...

Este ano "baldei-me" ao Algarve mas... "até ao lavar dos cestos é vindima".
:)


Pérola disse...

Nada como umas férias calmas, absorvendo o ambiente.
Gostei muito.

Beijinho e continuação...

Graça Sampaio disse...

Até nem me importava nada de viver no Algarve... Que bom ter ali esse marzinho manso e morno ali mesmo à mão. Ou melhor, ao pé...

Beijinhos salgados.

Catarina disse...

Bem me recordo de tomar banho no mar algarvio no mês de setembro. Há anos que não o faço... há muitos anos!

Catarina disse...

Ah! E gostei da foto.

Pedro Coimbra disse...

Praia em Setembro é sossego.
Eu gosto.
Bom fim de semana

Anónimo disse...

Não gosto do setembro!Significa o início do fim do verão... e eu gosto do verão.
Mas gosto da praia com espaço. E com marés dessas que baixam muito. SEM vento. Odeio apanhar com a areia que ele levanta.
Este ano não fiz praia em agosto, por isso não posso comparar, mas em setembro já lá fui mostrar a minha barriga (não sem complexos), e fiquei com vontade voltar...
Bjs
Rog

Ana disse...

e a minha barriga bem que queria sentir essa brisa mas este ano nem fui à praia... para o ano desforro-me:)
beijos

Briseis disse...

Muito Alberto Caeiro, este post... uma delícia! =)

mfc disse...

Gostei deste olhar atento e perspicaz sobre a realidade.
Beijinhos,

Ana disse...

Que foto linda, até se vê a areia a ser levantada pelo vento, como referiste.

Beijinhos