terça-feira, 11 de setembro de 2012

A vida secreta dos objetos - os velhos de pedra



Perguntas-me se eu não me canso de estar sempre aqui, sentado neste muro? Não. Um velho de pedra não se cansa nunca. Nada abala um velho de pedra. Nem o calor, nem o frio. Nem o vento, nem a chuva. Além disso não estou só. Tenho sempre a minha velha aqui ao lado. É facto que pouco conversamos. Velhos de pedra não conversam. Apenas estão. E nós apenas estamos aqui. Cumprimos a nossa função. Decoramos o muro desta casa, somos olhados por quem passa e também olhamos. Como agora te estou a ver com essa máquina fotográfica junto à face. 
Fotografa, fotografa. Somos giros, não somos? Diz lá que não temos muito mais graça do que dois leões, por exemplo? Ou duas águias, que também as há de pedra e em postos como este. Eu sei… temos muito mais pinta. Somos velhos e combinamos bem com o ambiente rústico e ao mesmo tempo poético de uma aldeia típica como esta. Fotografa, fotografa... assim levas um pouco de nós contigo. É impressão minha ou estás com inveja? Também querias ter uns velhos de pedra perto de ti, num qualquer muro da tua casa, não é?

13 comentários:

Dulce Morais disse...

Decoração muito engraçada, fotografias muito belas e texto muito original e bonito!

Rui Pascoal disse...

Há que reconhecê-lo, podem ser velhos mas são bastante ágeis.
:)

Coquinhas disse...

Adorei o conjunto entre o texto e as fotos :D

redonda disse...

São muito giros estes velhos em pedra. Fiquei curiosa sobre quem os terá criado e colocado ali.

Pedro Coimbra disse...

Que escultura mais curiosas!
Também gostava de saber a estória por trás desta criação.
Se é que existe.

asustentavellevezadosdias disse...

já vi leões, águias e até dragões, guardando eternamente os portões de proprietários adeptos dos respetivos clubes de futebol, mas velhos é a primeira vez. Bonitos.

luisa disse...

São curiosos, de facto, estes velhos :) Não sei a quem pertence a casa que "guardam". Só sei que é uma casa da aldeia de Alte. Fica ali perto da Fonte Grande.

Briseis disse...

São mesmo amorosos! dá vontade de lhes afagar o rosto! =) mil vezes mais bonito do que os leões ou as águias, e ainda eu sou do sporting...!

Rosa dos Ventos disse...

Nem sei como ainda não foram roubados! :-))

Abraço

Anónimo disse...

A vida secreta dos objetos com uma rentrée em grande!
Rog

Ana disse...

ÉS muito boa observador, adorei o texto e as fotos :)

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Sem dúvida muito melhor do que águias ou leões. Já quanto a dragões, não figo o mesmo , porque gosto de animais míticos :-)))
Agora a sério... são mesmo muito bonitos e ainda ficaram mais favorecidos com o texto que lhes serve de moldura.

Ana disse...

está muito engraçado, aqui em Abrantes temos uma praça onde estão algumas estátuas de bronze sentadas e um miúdo a levantar-se para correr, muito giro. um dia tenho que fotografar
beijos e bom fim de semana