sexta-feira, 23 de março de 2012

Bom dia, olá, como está…


Caminho pela cidade. De manhã, caminho entre o local de estacionamento do carro e o serviço. Caminho em sentido inverso ao fim do dia. E no intervalo do almoço, caminho ao Deus dará, mirando montras, olhando jardins, muralhas e por vezes a doca. Cruzo-me com pessoas conhecidas. De sempre. De vista. E também com desconhecidos. Cruzo-me há anos com um homem gordo, de bigode que anda ora só, ora acompanhado da mulher. Cumprimenta-me sempre. Fala bom dia. Como está? Não o conheço. Só o vejo e respondo ao seu cumprimento. Também me cruzo com gente que conheço. Entre eles há até quem já tenha sido meu colega de trabalho. E desses há até quem passe sem me ver. Não fala bom dia. Não acena. Só passa.

6 comentários:

Catarina disse...

Mal educados! Esses que nem acenam! : )

Teté disse...

Aqui por vezes acontece-me encontrar alguém que tenho a certeza que já conheci e falei. E fico a matutar "onde"? Mas deixei de falar a essas pessoas. Normalmente nunca me conhecem. Há mesmo outras que sei de onde conheço e elas também não me conhecem. Lisboa é um mar de desconhecidos... :/

Beijocas!

Isa GT disse...

Quem me fala, faz-me um favor quem não me fala faz-me dois ;)

Fico preocupada é quando alguém me fala e eu não me lembro quem é... nem de onde... há coisa de um ano entrei numa pastelaria e fui atendida por alguém que eu conhecia de qualquer lado e me falava como se me conhecesse muito bem... até que por fim, talvez pela minha cara confusa, me perguntou se eu sabia quem ele era e tive que reconhecer que não me lembrava... ainda murmurei que a cara não me era estranha... e claro que era mesmo impossível ligar aquele homem ao miúdo a quem tinha dado aulas há mais de 20 anos... e foi quase automático... senti-me velha lol

Bjos

mfc disse...

Cruzamo-nos com todo o tipo de gente e sempre fazemos uma análise de quem está do lado de lá!
Acho que eles também fazem precisamente o mesmo sobre nós.
É um jogo interessante.

Beijinhos.

Briseis disse...

É giro... É giro ter pessoas que dizem sempre num sopro "Olá, bom dia, como está?". São pessoas simpáticas, cordiais... e giras!! ...E, se um dia nos lembramos de dizer "ainda bem que pergunta, não estou lá muito bem...", vão-se arrepender de ter perguntado...lol

Blondewithaphd disse...

Acho que nos acontece um pouco a todos.