sábado, 7 de janeiro de 2012

Os lápis de cor

Já não me lembrava deles. É certo que nos últimos tempos me deparava com frequência com notícias sobre os lápis Viarco. Nos jornais e na televisão surgiam reportagens sobre a tradicional marca portuguesa. Muito na linha de promoção dos produtos portugueses que agora de segue. E bem.

A Viarco era por isso uma marca que andava aqui na minha cabeça. Mas o facto é que não me lembrava deles. Não me lembrava daqueles lápis de cor, pequeninos, embalados numa caixa de cartolina cinzenta com um desenho colorido num dos lados. Só quando, há dias, entrei na loja da Vida Portuguesa, em Lisboa, é que se me iluminou a memória. Eu tinha usado uma caixa de lápis igual àquelas que ali estavam. Igualzinha.

E foi como se me visse criança de novo. Ah…maravilhosa nostalgia!

Imagem retirada daqui

5 comentários:

Teté disse...

Sabes que nostalgia foi a palavra mais procurada este ano no dicionário de língua portuguesa do Google, segundo a revista Visão?

Mas na verdade, quem não eve uns lápis destes? :)

Beijocas e bom fim de semana!

Isa GT disse...

Tenho a impressão que, cá por casa, também andaram as mesmas criancinhas.
A Viarco acompanhou gerações... só de pensar que a marca nasceu em 1907 e ainda resiste... é obra... e que as caixinhas eram bonitas... eram :)

Catarina disse...

Não me recordo! Que pena...

Briseis disse...

As lojas Vida Portuguesa são um tesourinho! Só conheço a do Porto...mas adoro!!! =)

redonda disse...

Trabalho em S. João da Madeira e até há pouco tempo, conseguia-se ainda comprar caixas como esta, muito baratas (comprei 3 ou 4, pelas recordações, fiquei com uma e ofereci duas).