terça-feira, 27 de novembro de 2018

Enleio




Como gavinha
Enroscada na rede
Fixo-me em ti

14 comentários:

  1. Uma fixação que sabe bem sentir e olhar a p&b!
    Que não seja muito apertada para não sufocar...:)

    Beijo, Luísa.

    PS- Não sei se aí no Algarve, a palavra enleio, tem o duplo sentido como tem no Alentejo: 'enleio' de enlevo e 'enleio'de enredo ou sarilho.:) Creio ser a esse último que se refere o teu "Enleio".

    ResponderEliminar
  2. No Alentejo, um enleio é isso mesmo que a Luísa mostra; e não se cinge a gavinhas, julgo que se refere a toda a planta trepadora, cuja nem precisa de nome, é um enleio; há até uma canção popular, "ó enleio porque te enleaste no mais alto do cipreste/também eu me enlearia se o meu amor cá estivesse".
    Bom Dia:)

    ResponderEliminar
  3. E na minha cabeça surge a infância cantada em:
    Ó enleio, que te enleaste
    Ao mais alto do cipreste
    Eu queria casar contigo
    Ó enleio, mas tu não quiseste!

    Abraço enleado

    ResponderEliminar
  4. Enleio belíssimo da foto e palavras!!!
    Gostei!
    Beijo.

    ResponderEliminar
  5. Um bonito enleio em P&B que tanto gosto, Luísa

    https://existeumolhar.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  6. Bom dia- Foto maravilhosa. As palavras de ilustração são fabulosas.
    .
    * Cama vazia - desatino da minha agitação *
    .
    Beijo e/ou abraço

    ResponderEliminar
  7. Enleei-me de tal forma noutros afazeres que abandonei temporariamente este enleio dos blogs...

    Mas vou voltar... :)

    Um abraço de gratidão a todos vós!

    ResponderEliminar