terça-feira, 7 de julho de 2015

Verão

São nove horas da noite e as cigarras não sossegam. Na torneira, a água fria sai quente. A prima D., de mangueira em punho, rega os canteiros sedentos. Os vizinhos sentam-se no poial, à beira da estrada, para apanhar a aragem que passa. Estão certos. Eu, da minha varanda, tento apanhá-la também. Abro os braços como se pudesse levantar voo, fecho os olhos e inspiro o aroma inebriante da trombeteira que já começa a fazer-se sentir.

15 comentários:

AC disse...

Verão devidamente condimentado, apenas faltam as asas. :
Boas aragens, Luísa!

O meu pensamento viaja disse...

Luísa, estás no Algarve, presumo pela descrição. Isso aí não é chão, não é terra - é paraíso! Adoro. Profundamente! e já prometi a mim mesma e ir para aí durante alguns meses do ano. Logo que possa seremos vizinhas.
Beijo

Flor de Jasmim disse...

Que maravilha, essa sensação! e que saudades que eu tenho de caminhar por esses locais à noite, apreciar as pessoas sentadas na rua conversando e metendo conversa comigo!
Fecho os olhos e imagino a sensação boa de verão que não tenho aqui.

Beijinho Luisa

✿ chica disse...

Maravilhoso o verão assim expresso! Adorei! bjs, chica

Maria Eu disse...

Fantástico! Mas...o que é um poial? E uma trombeteira?

Boa noite, Luísa. :)

luisa disse...

Ah... vou esclarecer:
Se fosse dito em algarvio era pial… Um poial é um banco de pedra ou cimento, um rebordo da parede onde se pode pousar utensílios ou simplesmente sentar-se.

A trombeteira é uma planta, um arbusto que dá umas flores em forma de corneta, amarelas ou rosadas, que têm um perfume muito intenso mas agradável. O perfume sente-se à noite.

:)

Maria Eu disse...

Obrigada pelo esclarecimento, Luísa. :)

ovelha negra disse...

o teu blog é bom mas bom mas bom! bolas!
gosto tanto de vir cá!!! :)

Teté disse...

Ah, essa sensação de estarem todos sentados por ali a conversar e a apanhar a aragem é sensacional.Quando vou ao Algarve costumo ficar na varanda, em fins de tarde ou noites mais quentes, jantamos por lá muitas vezes. Assim o tempo permita... :)

Beijocas

Pedro Coimbra disse...

Verão em Portugal.
Estou aqui a sentir o aroma.

Miss Smile disse...

E agora fui eu que me sentei no poial do seu blog a apanhar a frescura que emana das suas palavras. E juro que até consegui sentir o perfume da trombeteira :)

AFRODITE disse...


Fizeste-me recuar até aos verões da minha infância e adolescência pois todos fins de dia era minha a tarefa de ir regar os canteiros :))

Eu gosto é do Verão! ♫♪

Beijinhos trauteados
(^^)

papoila disse...

Luisa, Isto é um dom: escreves tão bem...dizes tudo com muito poucas palavras!
Adoro.
xx

Annabel disse...

nossa, faz frio aqui, mas senti o cheiro do verão...
inspirador o seu texto!

luis0rodrigues disse...

a brisa é 'lixada'