quinta-feira, 6 de junho de 2013

Manhãs destrambelhadas

Está tudo contra mim. Começa logo pelos ponteiros do relógio. O despertador toca e fico só mais um pouco na cama. Quando, passados cerca de cinco minutos, me levanto, agarro no relógio e percebo que os ponteiros andaram mais depressa do que eu esperava e já vão vinte minutos à frente. São mesmo destrambelhados os safados dos ponteiros. Agora tenho eu também que andar mais depressa. Onde é que já se viu uma coisa destas?

Em seguida são as minhas roupas que se mostram do contra. Quero vestir-me mas elas resolvem fazer birra. Agarro numa camisa e logo ela me faz compreender que não gosta de se ver com as calças que já tenho postas. Condescendo e devolvo-a ao armário. Experimento outra. Mostra-me também cara feia. Troco de calças. Nem assim. Volto às primeiras. Agarro numa t-shirt que me torce o nariz porque, diz ela, a temperatura baixou. Ok, digo-lhe eu. Agasalho-a com um casaquinho e embora resmungando lá se decide a sair comigo. São mesmo destrambelhadas estas roupas. Fizeram-me atrasar ainda mais. Agora quase não tenho tempo para tomar o pequeno-almoço.

Mastigo apressadamente os corn-flakes e corro para a casa de banho para lavar os dentes. Entretanto atendo o telefone que toca e me faz perder mais um ou dois minutos. É mesmo destrambelhado este telefone. Não percebe que um ou dois minutos são tempo precioso, logo pela manhã?

10 comentários:

Arco Iris disse...

Manhã agitada.....
Oxalá o resto do dia seja mais calmo.

Rui da Bica disse...

Duas dicas :

- Deixar o despertador para a hora devida (nada de antecipar), fora do alcance das mãos, para obrigar a levantar para o desligar quando toca!
- Deixar a roupa escolhida antes de deitar para evitar essas indecisões!

É remédio santo ! eheheh
É assim que faço ! ;))
.

Teté disse...

Eheheh, há dias assim, em que tudo o que nos rodeia está mesmo destrambelhado. E nós, tão atinadinhas, temos de ter uma enorme paciência para a aturar essas coisas todas destrambelhadas... :)))

Beijocas atinadas!

papoila disse...

Ahahahh!
Esses desatinos com a roupa são mesmo verdadeiros!!!Temos que explicar ao Rui que mesmo que a roupa tenha sido escolhida na véspera não há nenhuma certeza de que ela a sairá à rua no dia seguinte!!!

Mz disse...

A culpa é do tempo, esse destrambelhado!

Bj*

Vane M. disse...

O tempo, pela manhã, parece andar de patins e não a pé! :) Um abraço!

Pedro Coimbra disse...

Manhãs destrambelhadas quem as não tem? :)))
Bfds!!

agatxigibaba disse...

Incrível como a roupa resolve estar do contra nos dias em que não devia mesmo fazer-nos perder tempo.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Quando tenho que acordar com despertador, faço como o Rui, caso contrário, corro o risco de ter um início de dia demasiado apressado para o meu gosto.

Rosa dos Ventos disse...

Tirando a cena do despertador porque me levantava e levanto logo que ele toca lembro-me bem da cena da roupa...
Foi e ainda é um grave problema vestir-me, nunca sei o que hei-de "enfiar"! :-))

Abraço