quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

A vida secreta dos objetos: o blogue da esquina




Que cara de espanto é essa?
Há dúvida de que sou um objeto? Sou sim. Posso ser virtual mas não deixo de ser um objeto. Sou um objeto de lazer. Enfim, sou um objeto de lazer quando ela se lembra de passar por aqui e de deixar algum post para entreter. Ou quando me enfeita com alguma imagem. Só que ultimamente ela anda a passar pouco tempo aqui na esquina. Fico triste. Pois fico. Parece que já não me liga.
Está bem … eu só existo porque ela me criou mas, caramba, custava-lhe passar mais tempo comigo? Custava? Desculpa-se com as muitas tarefas que tem entre mãos. Diz que não tem tempo, que assim que puder me compensa e ranhánhá…ranhánhá…ranhánhá. Mas não passa disto.
E as visitas, hein? Ela esquece-se das visitas e de como é aborrecido recebê-las durante dias e dias sem estar atualizado? Um blogue tem de ter novidades. Mesmo que seja um simples bloguesinho de esquina como eu. “Tens razão… diz-me ela quando me queixo… “mas, vê bem, nem consigo passar de fugida nos blogues amigos…”
E lá me está ela a fazer aquela carinha de sofrida para que eu me comova e mais uma vez lhe perdoe. Enfim, vida de blogue é o que é. E pronto.

9 comentários:

El Matador disse...

O meu queixa-se do mesmo.

Teté disse...

Vá, consola-te, há esquinas menos movimentadas que a tua... :)))

Mas pronto, também te entendo! Isto de estar desatualizado é uma chatice. Para um blogue! Pode ser que em passando a época natalícia ela passe mais por aqui. Sim, porque um blogue também pode ter esperança! :D

Saudações virtuais do Quiproquó!

redonda disse...

:)) este texto está muito giro, fez-me rir :)
um beijinho

Blondewithaphd disse...

Deixe lá, Blogue, há vidas piores...
:)

Vítor Fernandes disse...

Amigo blogue, não desespere. Os donos destes, não se ofenda mas não encontrei termo mais carinho, destes bichinhos de estimação às vezes não os tratam como eles merecem. Mas desde que os alimentem de vez em quando eles são bons de contentar, Não sei se é o seu caso, amigo blogue, mas pelo bom aspeto e pela carinha que tem vê-se que não tem tanta razão de queixa assim. Mas já agora, se a luísa abusar de si, não se esqueça de se queixar ABM-ts que é como quem diz... ah você sabe.

George Sand disse...

Gostei da vida de blogue.
Uma vida entre quatro paredes de écran e muita imaginação.:)

Catarina disse...

Ah blogue, blogue, como eu te entendo!
Esperança... alguém falou em esperança, e é essa que “movimenta” a vida... Aguarda, tem calma, ela regressará e com toda a inspiração de que é capaz... Ela necessita deste tempo para ela, para os filhos que estão a trezentos e tal quilómetros de casa; as férias de Natal estão à porta e, então, nessa altura, ela terá mais tempo para ti.. .
Abraço amigo. E quando necessitares de um ombro amigo...

Isa GT disse...

Suponho que o meu anda a sofrer do mesmo... muita falta de tempo e isto de lazer... tem que se lhe diga... agora os portugueses têm que se habituar a trabalhar mais, comer menos e a pagar muitos impostos... pois se quiserem boa vida e tempo para blogar... emigrem ;)

Bjos

Briseis disse...

Oh, Esquininha querida, não te apoquentes... vais ver que melhores dias te aguardam... E mesmo ressequida, a gente gosta de vir cá espreitar na mesma e reler... Não entres em greve. Não te metas nisso... =)