segunda-feira, 5 de maio de 2014

Pinta-amores (8)



Há amores para tudo...

11 comentários:

  1. Olá, Luisa,
    Uma controversa forma de amor.
    Um abraço,
    J

    ResponderEliminar
  2. Devia ter sido um elemento do (des)governo!:)

    Abraço

    ResponderEliminar
  3. A seguir ao 25 de Abril, os "anarquistas" tinham dito espectaculares, estilo "Se o trabalho dá saúde, trabalhem os doentes", ou "Nem mais um faroleiro para as Berlengas".... Gostei desse !

    ResponderEliminar
  4. Os otários também têm direito ao amor :)

    Depois de uma pausa necessária voltei para visitar os meus amigos e amigas.


    Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Cá p'ra mim isso foi escrito pelo Portas, ou pelo Coeho. Ou terá sido pela Marilú?

    ResponderEliminar
  6. Bom dia,
    Pintar paredes com amor, somos mesmo otários, é o que o cavaquismo tem feito da maioria dos portugueses mais desprotegidos.
    Excelente apanhado.
    Dia feliz
    ag

    http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. A melhor de todas é:

    "Deus não existe.
    Assinado
    Anarca"

    Que teve a devida resposta:
    "Anarca é estúpido
    Assinado
    Deus" :)))

    ResponderEliminar
  8. Gosto destas rebeliões... apesar de, sem dúvida, algumas serem mais interessantes e com sentido do que outras ;)

    ResponderEliminar
  9. Há amores estranhos, realmente... :)

    E gostei muito das fotos do passeio de domingo, com os rosas e os lilases a prevalecerem nos coloridos...

    Beijocas

    ResponderEliminar