quarta-feira, 26 de março de 2014

Feio

Hoje disse que não gostava de uma pessoa. Eu sei que é feio dizer isto. Só de pensar isto já é feio. E o pior é que, ao mesmo tempo que sinto que não gosto dessa pessoa, fico com pena dela. Ter pena de alguém também não é lá muito bonito. O que eu deveria ter era compaixão. Mas isso quereria dizer que eu estaria disponível para sofrer com essa pessoa, que estaria disposta a solidarizar-me com as suas dores.  Só que não estou. E isto é feio. Eu sei.

10 comentários:

ematejoca disse...

Como eu te compreendo, Luísa!

Esse é também o meu grande dilema de relacionamento, que tento resolver da maneira mais humana possível.

Gi disse...

Não é feio, não, Luisa, é natural. Não podemos gostar de toda a gente. Feio seria fazer mal a essa pessoa.

Catarina disse...

Feio ou não feio, faz parte da natureza humana.

Confesso que às vezes não tenho estrutura mental/emocional para evitar essas situações feias! : )

Pedro Coimbra disse...

Não é feio, é honesto, sincero.
Pior que isso é a hipocrisia, a mentira.
Não gostamos de toda a gente, nem toda a gente gosta de nós.
Nada de mais natural.

Ana disse...

é feio e humano, faz parte:)

Naná disse...

Não podemos gostar de toda a gente... e assumir isso parece-me muito sensato até.

ematejoca disse...

Pior ainda é gostarmos das pessoas erradas!!!

Rosa dos Ventos disse...

Acho que sentir indiferença é pior do que não gostar!
Não gostar ainda é sentir qualquer coisa e emitir uma opinião sobre esse alguém!
Há pessoas que simplesmente não existem para mim!

Abraço

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Não é a única, Luísa, mas, como escreve a Rosa, é melhor isso do que indiferença.

AC disse...

Luísa,
É feio, mas saudável.
(Pelo menos no que respeita a algumas pessoas)

Beijo :)